02 setembro 2021

Concessionária lança campanha sobre a importância do uso do cinto de segurança

 

A falta do uso do cinto de segurança pode causar a morte de motorista e passageiros

A falta do uso do cinto de segurança pode representar ferimentos graves e até mesmo a morte em alguns casos de acidentes de trânsito. No Brasil, o cinto é obrigatório em todos os automóveis colocados à venda desde 1968, mas só em 23 de setembro de 1997, o uso obrigatório do cinto para condutor e passageiros em todas as vias do território nacional foi sancionado por meio da Lei nº 9.503, que instituiu o Código de Trânsito Brasileiro.

No Brasil, mais de 40 mil pessoas morrem em acidentes de trânsito todos os anos, conforme revelam os números de indenizações pela cobertura de morte do Seguro de Danos Pessoais Causados por Veículos Automotores de Via Terrestre (DPVAT). Ainda segundo estudos realizados por entidades de ortopedistas no Brasil e no mundo já identificaram que a utilização do cinto de segurança reduz em até 70% o risco de mortes e graves lesões.

 

Mesmo obrigatório há 24 anos, o uso de cinto de segurança ainda encontra a resistência de muitos motoristas. De acordo com Pesquisa Nacional de Saúde (PNS), divulgada pelo IBGE em maio deste ano, 79,7% dos entrevistados com 18 anos ou mais afirmaram utilizar o equipamento no banco da frente quando dirigiam ou andavam de carro. No entanto, este índice cai para 54,6% quando se considera o uso de cinto no banco de trás. Ou seja, os passageiros que viajam no banco de trás estão mais vulneráveis em casos de colisões.       

Diante deste desafio, a Triunfo Transbrasiliana, Concessionária que administra a BR-153/SP, lança neste mês de setembro e, durante o feriado prolongado de Independência do Brasil, a campanha educativa “Não deixe a vida por um fio. Use o cinto de segurança”. O objetivo é conscientizar os motoristas e passageiros sobre a importância do uso do cinto da segurança que pode evitar lesões e salvar vidas em casos de acidentes e freadas bruscas.

A campanha educativa será divulgada em todos os canais de comunicação da empresa como cartazes fixados nas cabines das quatro praças de pedágio (Onda Verde, José Bonifácio, Lins e Vera Cruz), mensagens de conscientização nos Painéis de Mensagens Variáveis (PMV´s), além de informações nas redes sociais como o LinkedIn, Instagram (@triunfotransbrasiliana) e perfil no Twitter (@br153sp).

 

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››