25 agosto 2021

Não é verdade que o WhatsApp paga alguma coisa alguém para replicar mensagens, fotos e vídeos

Whatsapp não paga nada a ninguém para replicar postagens


Esse negócio do WhatsApp pagar R$ 1 não é verdade. Às vezes, alguém postou por boa intenção, para ajudar, achando que o WhatsApp pagaria esse valor, mas não paga. Isso não é verdade. É falso. 

As “correntes do bem” difundidas pelo serviço de mensagens online do WhatsApp podem gerar comoção e convocar à participação imediata dos desavisados. Mas nem sempre são verdadeiras. Por isso preste bastante atenção antes de sair por ai replicando, ou seja, repassando para os outros as mensagens cujo conteúdo você não sabe exatamente de quem veio e nem porque veio. Não compartilhe. Quem cai em descrédito perante o grupo da família e dos amigos é você. 

A própria direção do WhatsApp comunica, por meio de sua assessoria, que é preciso ficar bem claro que repassar este tipo de conteúdo adiante não transfere dinheiro a ninguém.  

Indo ao extremo da questão, ao repassar esse tipo de mensagem você pode estar contribuindo para estimular uma fraude, segundo especialistas em direito digital. Circula faz anos pelo WhatsApp vídeos e fotos, principalmente de crianças, convidando o usuário do aplicativo a compartilhar correntes para ajudar financeiramente. Algumas postagens dizem quem a cada vez que o vídeo ou foto for visualizada, será pago um real para a criança possa fazer uma cirurgia. Isso é mentira o aplicativo não paga nada a ninguém e nem tem como fazer esse controle e eventual pagamento.  

  Compartilhar correntes no WhatsApp não transfere dinheiro a quem precisa. Compartilhar mensagens ou imagens no Whatsapp não remunera a pessoa supostamente beneficiada pela corrente, porque o aplicativo não paga ninguém por número de compartilhamento, conforme sua política empresarial, disponível a qualquer usuário em seu site oficial. 

A pessoa que leva esse tipo de conteúdo adiante, mesmo sem saber, pode até se ver envolvida numa rede com implicações perante a Justiça. Compartilhar notícias falsas é crime.  


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››