22 junho 2021

Região de Rio Preto é a terceira do Estado com maior número de mortes

 

Reportagem da Folha do Povo apurou que de sexta para sábado a região de Rio Preto registrou 25 mortes em 24 horas. Ou seja: mais de uma morte por hora por causa da covid-19

A região do DRS (Departamento Regional de Saúde), abrangendo 102 municípios, é a terceira no Estado de São Paulo com maior número de mortes pela covid-19. Com 6.299 óbitos, contabilizados até às 14h30 do último sábado (19), a região também possui 213.682 casos confirmados da doença.

Em todo o Estado são 3.573.210 casos confirmados e 121.960 mortes, desde o início da pandemia. No Brasil já se acumulam 17.887.189 de casos e 501.800 mortes. Os dados são do Seade, fundação vinculada à Secretaria de Governo, que é centro de referência nacional na produção e disseminação de análises e estatísticas socioeconômicas e demográficas. Ao longo de 40 anos de atuação, o Seade tem prestado serviços a diversas secretarias e ministérios tem se constituído em segura e sempre atualizada fonte de dados.

 Dados preocupantes

Os dados também mostram a taxa de letalidade relacionando o número de óbitos por determinada causa e o número de pessoas que foram acometidas pela doença com a estimativa da população divulgada pelo IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística). A cidade de Sales é uma das que possui, na região, a maior taxa de letalidade. Com 6.407 habitantes, a taxa de letalidade no município é de 5,77%. A taxa é quase que o dobro de São José do Rio Preto, que com cerca de 468 mil moradores tem taxa de letalidade de 2,92%.

Em razão dessa alta taxa de letalidade, que coloca em risco a vida dos moradores, o prefeito de Sales baixou decreto determinando uma série de restrições no município e chegou a gravar vídeo pedindo aos turistas, que normalmente costumam os finais de semana em Sales, para não visitar a cidade neste período de pandemia. A situação, segundo o prefeito relatou, é preocupante. “Tivemos funcionários contaminados na área de saúde e não temos gente para atender essa demanda”.

De acordo com a assessoria de imprensa do Governo do Estado do total de casos confirmados durante toda a pandemia, que somam mais de 3,5 milhões, 374 mil foram internados e receberam alta hospitalar. No último sábado eram 23.575 pacientes internados em todo território paulista, sendo 10.815 em UTIs e 12.760 em enfermarias. A taxa de ocupação dos leitos em UTI, que varia dia-a-dia no Estado, era no sábado de 81,1% na Grande São Paulo e de 77,7% no interior.

Dos 16 DRSs, a região de Rio Preto fica atrás no número de mortes do DRS da Grande São Paulo com 59.504 mortes e da região de Campinas com 11.221 mortes registradas. São Paulo, com 122 mil óbitos, é o Estado com maior número de mortes. Em seguida estão os estados de Minas Gerais com 44 mil, Rio Grande do Sul com 30 mil, Paraná com 29 mil e o da Bahia com 23 mil mortes.

 Transparência de gastos

O Governo do Estado também disponibiliza em seu site (www.saopaulo.sp.gov.br), na aba da transparência, todos os valores empenhados e liquidados, o tipo de licitação, os elementos de despesas e até relação de fornecedores por nome ou CNPJ. Até sábado, por exemplo, somente com a covid tinham sido empenhados R$ 7,3 milhões de despesas e liquidados R$ 6,7 milhões.

Em algumas regiões do Brasil famílias inteiras tem sido dizimadas pelo novo coronavirus. Os dados estão disponíveis no site do Ministério da Saúde


 

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››