26 maio 2021

Rede estadual de ensino terá aulas de turismo

O secretário da Educação, Rossieli Soares, o vice-governador, Rodrigo Garcia, o governador João Doria, o secretário de Turismo e Viagens, Vinicius Lummertz, e presidente da Associação dos Municípios de Interesse Turístico do Estado de SP (Amitesp), Murilo Pinheiro Ramos. 


O Governador João Doria (PSDB) anunciou nesta terça-feira (25) uma parceria entre as Secretarias da Educação e de Turismo e Viagens para oferta de disciplinas eletivas sobre o setor de viagens e turismo aos alunos do ensino médio e dos últimos anos do fundamental da rede pública estadual.  

A iniciativa tem como objetivo aliar a educação à inovação e ao empreendedorismo, apresentando o turismo e seus diversos segmentos como fator de desenvolvimento pessoal e profissional. “Como fenômeno social e econômico, o turismo tem grande capacidade de geração de empregos, sendo uma oportunidade para os jovens que em breve estarão no mercado de trabalho”, afirmou Vinicius Lummertz, Secretário de Turismo e Viagens.  

Por meio do Programa Inova Educação, serão oferecidas atividades educativas para o desenvolvimento intelectual, emocional, social e cultural dos estudantes, com disciplinas eletivas, projeto de vida e de tecnologia e inovação. A Seduc alinhou três grupos de eletivas: Expresso Turístico para alunos do 6° e 7° ano, Turismo de Natureza e Aventura para 8° e 9° ano, e Redes Turísticas para o ensino médio.  

“Entre outros temas, vamos abordar pontos relacionados à consciência ambiental, economia verde solidária e criativa, classificação de diferentes atrativos, além de promover games e desafios”, explicou Rossieli Soares, Secretário da Educação.  

As Secretarias de Turismo e Viagens e da Educação trabalham em sinergia desde o início da atual gestão. No ano passado, anunciaram a divisão das férias escolares em quatro períodos ao longo do ano – uma semana em abril e outra em outubro, além das tradicionais paradas de julho e em dezembro e janeiro. Essa divisão permitiria opções para as viagens, diminuindo a sazonalidade, sem prejudicar o desenvolvimento pedagógico. Com a pandemia, a implantação da iniciativa vem passando por adaptações.  

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››