14 abril 2021

Rotarianos plantam árvores em memória das vítimas da covid-19 em Bady Bassitt

Rotarianos plantam árvores em memória das vítimas da Covid em Bady

 

Integrantes do Rotary Clube de Bady Bassitt plantaram na manhã desta quarta-feira (14) cerca de 40 mudas de árvores nativas no bairro Jardim das Palmeiras, na zona Sul da cidade. Cada árvore, de acordo com a presidente do Rotary Clube de Bady Bassit, a professora Marisa Judith da Silva, são para homenagear e eternizar na memória a vida de cada vítima da covid-19 no município.

 Até ontem, o município registrava, 40 mortes e 2.132 casos da doença desde o início da pandemia em março do ano passado. “Não há nada que diminua a dor, mas podemos eternizar a memória de cada pessoa que perdeu a vida para essa doença”, afirma a presidente do Rotary. Ela disse que as mudas foram doadas pela Secretaria de Agricultura, Abastecimento e do Meio Ambiente de Santa Fé do Sul. “O secretário do Meio Ambiente de lá, o Ortêncio (Vieira Ramos Sobrinho) é nosso amigo há mais de 30 anos”, afirmou Marisa. “Ele (o secretário) foi meu vizinho de casa e meu cliente quando eu tinha supermercado naquela cidade. Unimos forças com os rotarianos e toda a equipe do meio ambiente da administração municipal”.

Bosque da Memória

As mudas vieram de Santa Fé do Sul no carro da presidente do Rotary


 Na semana em que o Brasil chega à marca de 353 mil mortes pela covid-19, uma campanha nacional de plantio de árvores tem trazido alento aos parentes das vítimas e está ajudando a restaurar a Mata Atlântica. O Brasil vem perdendo não só vidas, como também parte de suas florestas e o bioma vegetativa natural está ameaçado.

 Criado pelo Rotary e diversas outras organizações não-governamentais o programa de plantio de mudas em diversas cidades brasileiras quer criar o Bosque da Memória. A meta é plantar pelo menos 350 mil árvores até o final deste ano em várias partes do país.

 A governadora do Distrito 4480 do Rotary, Lourdinha Serpa Dalto, está incentivando que outros clubes também façam o plantio de árvores em memória das vítimas da covid-19. Ela lembra que o plantio de árvores já faz parte da tradição de atividades do Rotary pelo mundo inteiro. Mas que agora tem um sentimento diferente e mais afetivo em respeito, não só ao meio ambiente, mas também às vítimas da covid-19.

 Árvore da amizade

Paul Harris planta na Alemanha, em 1832, árvore em praça usada para a Guerra


 Como presidente emérito do Rotary Internacional, Paul Harris, fundador da instituição, viajou por muitos países nas décadas de 20 e 30 do século passado. Amante da natureza, nessas viagens ele plantou árvores para simbolizar o valor da amizade e da boa vontade entre os povos.

 No outono de 1932, Paul Harris, que era norte-americano de Chicago, plantou a sua árvore primeira árvore em solo europeu e deixou registrado em seu diário de memórias: “Na quarta-feira de manhã plantei minha primeira árvore em solo europeu. É interessante que esta primeira árvore tenha sido plantada na Alemanha, justamente em Berlim, em uma praça para a prática de esportes, mas que foi usada no passado para os propósitos da guerra. Estiveram presentes na ocasião um grande número de rotarianos, representantes do governo e outras pessoas”.

 O ato de plantar árvores tornou-se tradição no Rotary. Em todas as visitas dos governadores do Distrito faz parte do protocolo de atividades o plantio de pelo menos uma árvore para registrar a visita e selar a amizade dos rotarianos com a cidade.

 Desde então, os rotarianos têm plantado árvores em nome do companheirismo e da amizade, e pelo simples prazer de servir à comunidade. As árvores plantadas pelos rotarianos, encontradas em diferentes partes do mundo, inclusive no Brasil, são um testemunho duradouro dos ideais rotários, que visa propagar a paz entre todos os povos.

Antes de dar início ao plantio das árvores um momento de reflexão em memória das 40 vítimas da covid-19 em Bady Bassitt

Árvores plantadas no Jardim das Palmeiras lembram as vítimas da covid-19

Rotarianos plantam árvores nativas para o formar o Bosque da Memória

Servidor planta árvore em memória das vítimas

Covas foram abertas em Bady Bassitt, mas desta vez para o plantio de árvores

Funcionários do Meio Ambiente de Bady Bassitt ajudaram na abertura das covas para o plantio das árvores em memória das vítimas da covid-19 

A presidente Marise (à esquerda) com os companheiros rotarianos, durante o plantio das árvores no Jardim das Palmeiras, em Bady Bassitt

A rotariana Laudimar Brandão planta árvore em homenagem às vítimas da covid

A presidente do Rotary, Marisa Judith, planta árvore em memória das vítimas

Prefeito Luiz Tobardini e o rotariano Flávio Catarucci no plantio das árvores

A governadora do Rotary, Lourdinha Dalto, incentiva a campanha

Presidente do Rotary foi buscar as mudas no viveiros de mudas em Santa Fé do Sul


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››