24 abril 2021

Mendonça poderá ter a primeira feira fluvial da região

 

Barco levará produtos agrícolas e artesanais para a beira dos ranchos

Uma feira fluvial poderá entrar em funcionamento dentro dos próximos meses para atender os cerca de 900 ranchos à beira dos rios Barra Mansa, Cubatão e Borá, nas cidades de Adolfo, Mendonça Sales. A ideia partiu de uma parceria formada inicialmente entre a prefeitura de Mendonça com a empresa Avanti Turismo, do empresário rio-pretense Sylvio Di Jacynto.

Segundo Jacynto, são mais de 3 mil pessoas que ocupam esses ranchos e muitas dessas famílias estão estritamente relacionadas aos rios. “O foco é fomentar o turismo e dar oportunidade para os produtores venderem seus produtos, como verduras, legumes, além de queijos, carnes e produtos caipiras”, explica o empresário, acrescentando que será tudo feito pelo rio.

O empresário afirma ter realizado pesquisa junto aos proprietários dos ranchos e obteve boa aceitação à proposta. Devem participar da feira fluvial cerca de 50 produtores rurais, com alimentos produzidos em propriedades próximas dos rios. A pesquisa, segundo ele, apontou que os melhores dias para a realização da feira seria na quinta ou sexta-feira, quando o fluxo de pessoas é maior nos finais de semana.

O coordenador de Turismo e Lazer da Prefeitura de Mendonça, Alessandro Oliveira, diz que o município busca alternativas para o turismo da cidade. Ele explica que a cidade, com aproximadamente 6 mil habitantes, conta com muitos ranchos e que os rios são os principais responsáveis por movimentar o turismo local.

“Estamos estudando ainda como será essa feira fluvial”, adianta. “Teremos um barco que deverá levar os produtos como frutas, legumes, hortifrutis, pães e doces caseiros até os turistas e proprietários de ranchos”.

 Receptividade boa

O aposentado Ayrton Vignola, dono de rancho em Mendonça, afirma que a feira fluvial deve trazer comodidade para os turistas e famílias ribeirinhas. “Acredito que será um novo nicho de mercado, principalmente para o consumidor que procura o delivery de alimentos”, afirmou. Ele disse acreditar que o momento é propício para colocar em prática novas ideias. “Essa é uma ideia que pode dar certo”.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››