17 fevereiro 2021

Placa inaugurada em Estrela D’ Oeste marca conexão entre as malhas Paulista e Central


Estrela D’ Oeste será um marco referencial de ligação entre as principais malhas ferroviárias do país que atendem o agronegócio e a indústria brasileira


A Rumo e a prefeitura de Estrela D’ Oeste realizaram nesta quarta-feira (17), o descerramento da placa que celebra o encontro da Malha Paulista com a ferrovia Norte-Sul, denominada pela concessionária como Malha Central. A cerimônia foi feita na praça do Terminal rodoviário Arthur Lopes, local escolhido para a instalação da estrutura e contou com a presença do prefeito do município, Marcos Antônio Saes Lopes, além de representantes da Rumo, empresários e lideranças da região.

Com previsão para ser inaugurada neste primeiro semestre, o município irá conectar a nova operação da Malha Central, trecho de ferrovia que compreende 1.537 quilômetros entre o município paulista até Porto Nacional (TO). O novo trecho tem total sinergia com a Malha Paulista, concessão que teve seu contrato renovado até 2058.

"É motivo de muito orgulho para o município ser o elo de ligação entre as principias malhas ferroviárias do País", destacou Marcos. "É um momento histórico para as ferrovias brasileiras e vamos acompanhar de perto esse ganho logístico que o país terá com as futuras operações da Norte-Sul", afirma o prefeito.

Como ocorre hoje com a Malha Norte e o agronegócio de Mato Grosso e Mato Grosso do Sul, a Central se conectará à Malha Paulista para viabilizar o escoamento da produção agrícola de Goiás, Tocantins e Minas Gerais até o Porto de Santos. Além de beneficiar o agronegócio e o fluxo de exportação ao maior complexo portuário da América Latina, a ampliação contribui para toda a indústria brasileira, atendendo às operações de importação e do mercado interno.

"A remodelação da Malha Paulista e a conexão com a Malha Central viabilizará um corredor logístico com potencial para beneficiar ainda mais o agronegócio e as indústrias nas regiões onde a Rumo opera", explica Rodrigo Verardino, gerente de relações governamentais da Rumo.

Sobre a Rumo

A Rumo é a maior operadora de ferrovias do Brasil e oferece serviços logísticos de transporte ferroviário, elevação portuária e armazenagem. A companhia opera 12 terminais de transbordo, seis terminais portuários e administra cerca de 14 mil quilômetros de ferrovias nos estados de Paraná, Santa Catarina, Rio Grande do Sul, São Paulo, Mato Grosso do Sul, Mato Grosso, Minas Gerais, Goiás e Tocantins. A base de ativos é formada por 1.200 locomotivas e 33 mil vagões.



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››