14 fevereiro 2021

Morre a professora Osnilda Grassi, vítima de Covid-19

Professora e pastora da IEQ faleceu de Covid neste domingo

 

Faleceu neste domingo, aos 71 anos de idade, a professora e pastora Osnilda Grassi Vaz de lLima. Ela estava internada na Santa Casa de Misericórdia de Rio Preto e morreu vítima de Covid-19. Atualmente era conselheira municipal de saúde, representante do segmento de mulheres.

Ela foi, nas eleições de 1992, a primeira mulher a disputar a prefeitura de São José do Rio Preto. Disputou o cargo pelo PRN (Partido Renovador Nacional), que era o mesmo partido que elegeu Fernando Collor como presidente da República e pelo qual ela também concorreu em 1994 as eleições para deputado estadual.

Osnilda era pastora ligada à Igreja Quadrangular do bairro Eldorado, onde desempenhava papel revelante com comunidades carentes. Nascida em Rio Preto, estudou no Instituto Monsenhor Gonçalves e se formou em Letras, com especialização em Português e Inglês, na Unesp (Universidade Estadual Paulista). Ela também foi presidente regional do Sindicato dos Professores (Apeoesp).

Nas redes sociais, diversas pessoas manifestaram condolências à professora e pastora. “Tristeza profunda com o falecimento da pastora Osnilda Grassi. Ela foi uma lutadora incansável pelas liberdades. Foi a primeira mulher a disputar o mais importante cargo, a de prefeito, em Rio Preto. Era uma cristã autêntica e destemida”, escreveu o jornalista Jair Viana, amigo pessoal de Osnilda.

“Mulher guerreira, inteligente e humilde”, escreveu a agente de viagens Dorinha Vinha. O presidente do Conselho Municipal de Saúde (CMS), Fernando Araújo, também lamentou a morte da conselheira. 

O velório do corpo da professora e pastora acontece a partir das 9 h nas Capelas Prever. E enterro será às 13 h, no cemitério São João Batista.

Osnilda Grassi esteve envolvida tanto na política...

... como na religião, onde era pregadora da palavra de Cristo



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››