01 janeiro 2021

Pedro Roberto derrota grupo governista e é eleito presidente da Câmara de Rio Preto

 

Pedro Roberto comemora sua eleição para presidir a Câmara dos Vereadores de São José do Rio Preto

O vereador Pedro Roberto Gomes (Patriota) foi eleito presidente da Câmara Municipal de São José do Rio Preto nesta sexta-feira, dia 1º. Ele recebeu nove votos, inclusive do vereador Coronel Jean Charles (MDB), ex-presidente da Câmara e do mesmo partido do prefeito Edinho Araújo, cujo partido estava aliado com a candidatura do ex-presidente da Casa, Paulo Roberto Ambrósio, o Pauléra (PP).

 Pedro Roberto foi eleito com os votos de parlamentares que deverão fazer oposição ao governo do prefeito Edinho. Ele que ocupará o quinto mandato exercerá o cargo pela primeira vez, emplacando derrota ao articulado vereador governista Paulo Pauléra, que já exerceu por três vezes a presidência da Casa.

 Essa é a segunda derrota para o cargo que Pauléra sofreu. Em 2012 ele cantava vitória antecipada, inclusive já anunciando os nomes dos seus prováveis assessores, quando o plenário decidiu pela eleição do ex-vereador Oscarzinho Pimentel.

 Além de Pedro Roberto, a mesa-diretora será composta pela vereadora Karina Caroline (Republicanos) como vice-presidente, a primeira mulher a exercer esse cargo na Câmara, e pelos vereadores Renato Pupo (PSDB), Robson Ricci (Republicanos) e Jorge Menezes (PSD), respectivamente eleitos como 1º, 2º e 3º secretários.

“O objetivo principal é a busca do bem comum”, afirmou Pedro Roberto, em entrevista. “Vou continuar dialogando, debatendo e buscando sempre o que for melhor para cidade”.

 A sessão de posse foi presidida pelo jornalista Robson Ricci, o mais votado nas eleições do último dia 15 de novembro, que se desculpou, durante a cerimônia, por ser a primeira vez que assumia a direção de uma sessão histórica e tão importante. Mas ele, sua experiência como jornalista saiu-se muito e recebeu elogios dos colegas e de quem assistiu a sessão.

 Pauléra por ser o vereador mais idosos entre os eleitos, com 63 anos, fez o juramento de posse. Em função da pandemia, os eleitos não puderam levar convidados. E a equipe de trabalho da Câmara foi reduzida. Todos os presentes usaram máscaras e mantiveram o distanciamento. Os discursos também foram poucos e reduzidos, devido à pandemia do coronavírus. O prefeito Edinho o vice-prefeito Orlando Bolçone (DEM) participaram, juntos da solenidade, mas não na Câmara. Eles permaneceram no salão nobre da prefeitura e fizeram intervenções, quando chamados, por videoconferência. O vereador Cabo Júlio (PSD), que está hospitalizado em tratamento pelo Covid, mais os vereadores Coronel Jean Charles, João Paulo Rillo (PSOL) e Francisco Ruel Junior (DEM) participaram da sessão remotamente via internet.

Votos

Pedro Roberto foi eleito com votos dele, da vereadora Karina e Robson Ricci, ambos do Republcano, Jorge Menezes, Pupo e Bruna Moura, do PSDB, e do Coronel Jean Charles.

Já Pauléra recebeu votos dele mesmo, da vereadora Claudia de Giuli (MDB), Francisco Junior (DEM), Celso Peixão (MDB), Bruno Marinho (Patriota), Fábio Marcondes (PL) e do novato Odélio Chaves (PP).

 

Pauléra, durante juramento, na sessão solene de posse

Pedro Roberto irá presidir a Câmara pela primeira vez

Vereadora Claudia di Giuli assina livro de posse na cerimônia

Vereador Peixão, que votou em Pauléra, assina livro de posse

Pedro Roberto utiliza tribuna para agradecer os votos recebidos

A nova mesa-diretora da Câmara Municipal com Pedro Roberto ao centro e Jorge Menezes e Pupo (à esquerda), Karina e Robson Ricci (à direita)

 

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››