05 dezembro 2020

Edinho recebe prefeita eleita de Bauru e prefeito eleito de Catanduva

 

Padre Oswaldo (PSDB), prefeito eleito de Catanduva, é recebido por Edinho Araújo na Prefeitura de Rio Preto

Prefeita eleita de Bauru, jornalista Suéllen Rossin (Patriota), conversa com o prefeito reeleito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB) 



 

O prefeito reeleito de Rio Preto, Edinho Araújo (MDB), recebeu nesta sexta-feira (4) dois prefeitos eleitos. Na parte da manhã ele recebeu a prefeita eleita de Bauru, Suéllen Rossin (Patriotas), que estava acompanhada da mãe Lúcia e do pai Dozimar Rosim. Na parte, o prefeito eleito de Catanduva, Padre Oswaldo Oliveira Rosa (PSDB), acompanhando do vereador rio-pretense Fábio Marcondes (PL) estiveram no gabinete de Edinho.

 Com apenas 32 anos, Suéllen, que é jornalista, se tornou a primeira mulher eleita prefeita de Bauru. Após ser eleita, ela foi vítima de ataques racistas e recebeu até ameaças de morte que repercutiram em todo o Brasil.

 Ela recebeu mensagens com fortes conteúdos de racismo em que um homem se referia a ela como “macaca” e disse ainda que iria comprar uma pistola para matá-la. A Polícia já prendeu um suspeito dos ataques.

 Na Prefeitura, Suéllen assistiu um vídeo institucional de Rio Preto e na parte da tarde, acompanhado do vereador Patrick Teixeira, de Agudos, de Ovasco Resende (presidente nacional do Patriotas) e do secretário de Serviços Gerais de Rio Preto, Ulisses Ramalho, visitaram algumas obras e a Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) do Semae e a Usina de Reciclagem.

 Padre Oswaldo

Os irmãos padres Ernesto (ex-prefeito de Américo de Campos) e Oswaldo (prefeito eleito de Catanduva) são recebidos pelo prefeito Edinho e pelo vice-prefeito eleito Orlando Bolçone e vereador Fábio Marcondes


 Padre Oswaldo, prefeito eleito de Catanduva, disse ter procurado Edinho diante da sua bagagem eleitoral e administrativa. Com a vitória no último dia 15, Edinho completa 14 eleições com vitórias consecutivas em sua trajetória política que se iniciou na década de 70 como prefeito de Santa Fé do Sul. Teve quatro mandatos como deputado estadual, quatro como deputado federal, foi ministro dos Portos e presidente da Codasp.

Também participaram do encontro entre Edinho e Padre Oswaldo o vice-prefeito eleito Orlando Bolçone, o vereador Fábio Marconi e o irmão do prefeito eleito de Catanduva, o também padre e ex-prefeito de Américo de Campos, Ernesto de Oliveira Rosa, atualmente pároco da Igreja Nossa Senhora do Brasil, no bairro São Deocleciano.

Padre Oswaldo ouviu dicas e conselhos do prefeito Edinho. Os dois conversaram sobre os desafios que ambos terão pela frente, principalmente nesse período de pandemia.

Edinho disse ter a certeza de que Padre Oswaldo será um prefeito diferenciado, com princípios éticos e enorme disposição para socorrer quem mais necessita. “Edinho é um grande professor. Conhece muitíssimo bem a administração pública. As prefeituras de Rio Preto e de Catanduva estarão juntas em prol do desenvolvimento do interior paulista”, assegurou Padre Oswaldo.

Vereador Fábio Marcondes, Padre Oswaldo, prefeito Edinho, padre Ernesto e Orlando Bolçone, na Prefeitura de Rio Preto


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››