07 novembro 2020

Prefeito de Potirendaba é multado por usar prédio público para reunião política

 

Prefeito recebe deputado Roberto Alves e é condenado a pagar multa de R$ 22 mil por usar prédio público para reunião

O Prefeito de Potirendaba, Flávio Daniel Alves (PSD), candidato à reeleição foi condenado ao pagamento de multa de 5.000 Ufir, equivalente a R$ 22 mil, por ter realizado reunião político-partidária no prédio da prefeitura. A decisão é do juiz da 126ª Zona Eleitoral, Adilson Araki Ribeiro.

Segundo denúncia apresentada à Justiça Eleitoral, o deputado federal Roberto Alves (Republicanos-SP) esteve na cidade em outubro, durante o período eleitoral, e fez visitas a obras e esteve no gabinete do prefeito.

“As imagens toradas das redes sociais que divulgam o evento, inclusive pelo próprio deputado federal que veio sob a justificativa de visitar as obras em andamento da qual conseguiria obter repasses federais falam por si”, escreveu o juiz em trecho da sentença. “Evidentemente que o momento é delicado e merecia atenção do prefeito candidato à reeleição. Ou seja, poderia muito bem ter recebido o deputado e agradecido após o pleito ou até o final do mandato”.

O prefeito foi enquadrado na legislação eleitoral por ter utilizado prédio público para o recebimento do aliado, além de não ter dissociado fato de ser candidato e ao mesmo tempo exercer o cargo de prefeito.

O prefeito disse não concordar com a sentença do juiz e disse que irá recorrer da decisão. Argumentou ainda que o deputado foi um dos que mais ajudou a cidade com recursos. 

Prefeito e deputado participam de gravação para propaganda eleitoral



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››