23 novembro 2020

Candidato comemora vitória antes da hora e faz até carreata, mas acaba derrotado

 

Candidato do MDB sai em carreata pelas ruas para comemorar antecipadamente vitória que não aconteceu para ele


Os moradores de Porangatu, cidade de cerca e 40 mil habitantes no norte de Goiás, vivenciaram uma situação inusitada no último dia 15. O candidato a prefeito Márcio Luís, do MDB, logo após o fechamento das urnas, no início da contagem dos votos das primeiras urnas que lhe davam amola vantagem, saiu em carreata por ruas da cidade para comemorar, antecipadamente, a vitória que mais tarde se confirmou que não aconteceu. Durante a apuração das urnas, o jogo virou, e a candidata Vanuza Valadares (Podemos), que estava em segundo lugar no início da contagem, venceu a eleição com diferença de 45 votos.

 Depois do resultado oficial com 100% das urnas apuradas, Márcio Luís, que é advogado, publicou vídeos nas redes sociais, ironizando ele mesmo a situação e reconhecendo a vitória da prefeita eleita. “Os resultados apontavam no sentido da nossa vitória. Já dizia um antigo resultado: ‘contou vitória antes da hora’ não dá certo. Peço desculpa a todos, mas foi realmente o que se apresentava. Todos noticiaram. Nós fizemos uma linda carreata. Não foi o resultado que esperávamos, mas foi o resultado e temos que respeitar”, disse o candidato, em meio a risos.

Vanuza Valadares teve 7.668 votos, o que corresponde a 34,88% dos votos válidos, e será a primeira mulher a ocupar a chefia do Executivo da cidade. Já Márcio Luís obteve 7.623 votos (34,68%). Os votos brancos 263 (1,14%) e os nulos 803 (4,48%). A abstenção foi de 6.732 faltosos às urnas (22,60%).

A empresária Márcia Valadares, durante a convenção, que a escolheu como candidata a prefeita pelo Podemos


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››