22 outubro 2020

Câmara de Cedral rejeita as contas de 2018 do prefeito Janjão

 

Prefeito Janjão, de Cedral, tem contas aprovadas pelo TCE, mas rejeitadas pela Câmara dos Vereadores

A Câmara dos Vereadores de Cedral rejeitou pelo placar de seis a três as contas de 2018 do prefeito Paulo Ricardo Beolchi de Lucas, o Janjão (Cidadania). Parecer do Ministério Público de Contas rejeitou as contas. Mas o Tribunal de Contas do Estado (TCE), no entanto, aprovou, com ressalvas, as contas do prefeito.

Votaram a favor da rejeição os vereadores Danilo Taveira, Claudinir Targa, Vinicius Périco, Rosineire Trevizan, Fernando Pulice e Sonia Oliani. Foram contrários à rejeição os vereadores Ricardo Milanez, Silvio Poleto e Maria Ângela Fachim, a Tita.

As contas foram objetos de acompanhamento da fiscalização do TCE que apontou alterações orçamentária indicando insuficiência de planejamento, além de falhas que contribuíram desfavoravelmente para o resultado indicador que impacta para o alcance das metas dos Objetivos de Desenvolvimento Sustentável (ODSs) estabelecidos pela Organização das Nações Unidas (ONU).

O relatório também aponta dívida de longo prazo, não pagamento de precatórios, nomeação de pessoas em cargos em comissão que não possuem caraterística de direção, chefia e assessoramento, além de contratações emergenciais não justificado e com orçamento superior ao de outras empresas consultadas. No setor de licitações o tribunal também fez apontamentos para ausência de processamento de compras e contratações realizadas sem licitação e impropriedades na Lei de Acesso à Informação.

De acordo com o presidente da Câmara, Danilo Taveira, as irregularidades apontadas são graves e, no entendimento da maioria dos vereadores, foram fundamentais para a reprovação das contas. “São 16 apontamentos e não poderíamos de forma nenhuma ir contra o parecer do Ministério Público do Tribunal de Contas”, disse.

O prefeito Janjão, disse, por meio de sua assessoria, que o parecer do TCE foi favorável para a aprovação de suas contas. “Trata-se de mais uma manobra política da oposição, que sempre articula maneiras de tentar denegrir minha imagem perante a população”, afirmou o prefeito, destacando se agrava por ser um ano eleitoral.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››