28 setembro 2020

Para cada cadeira da Câmara tem 22 candidatos nestas eleições

CADEIRAS COBIÇADAS: para cada uma dessas 17 cadeiras da Câmara de Rio Preto tem 22 concorrentes. O salário é de R$ 5.907,23 para cada vereador


Se forem homologadas pela Justiça Eleitoral todos os 381 pedidos de registros de candidaturas cada vaga na Câmara dos Vereadores de São José do Rio Preto será disputada por 22 candidatos. Na verdade as convenções municipais homologaram 425 candidatos a vereador. Mas 44 deles não conseguiram efetivar registro por falta de alguma documentação.

A disputa, com representantes de 26 dos 33 partidos existentes no Brasil, chega a ser equiparada à média de candidatos/vagas para os cursos de Direito (24,4), Arquitetura (23,5), Enfermagem (22,3) e Psicologia (21,6), por exemplo, das universidades federais no Brasil.

Na disputa para a Prefeitura de São José do Rio Preto são 10 candidatos a prefeito. É o maior número de postulantes a prefeito desde a fundação e emancipação política do município em 1894. O salário para quem vai exercer o cargo, já reajustado em março deste ano, é de R$ 17.167,64. O vice-prefeito recebe a metade, R$ 8.583,32. 

O próximo prefeito deverá administrar orçamento de mais de R$ 2,2 bilhões, um dos maiores do Estado de São Paulo. A cifra, em termos de comparação, é quase a metade do orçamento anual, de R$ 4,7 bilhões, do Estado de Roraima.

Os vencimentos dos vereadores para a próxima legislatura será e R$ 5.907,23. Era para ter aumento neste ano. Mas depois de pressão exercida pela imprensa e alguns setores da comunidade o valor ficará congelado. 

Assessores

O prefeito de Rio Preto tem ao seu dispor 229 cargos de livre nomeação. São 21 secretarias e pelo menos cinco autarquias municipais que também possuem diretorias com cargos em comissão, como o Semae (Serviço Municipal de Água e Esgoto), a Empro (Empresa Municipal de Processamento de Dados) e a Emurb (Empresa Municipal de Urbanização) que administra o calçadão e a estação rodoviária.

Geralmente os cargos de livre nomeação são ocupados por correligionários políticos do prefeito eleito. No caso de Rio Preto, nesta última gestão do prefeito Edinho Araujo (MDB), apenas 56 dos 229 cargos em comissão foram ocupados por servidores de carreira. 

Na Câmara cada vereador pode nomear um chefe de gabinete e dois assessores parlamentares. O presidente da Câmara, a ser eleito entre seus pares, tem ao seu dispor mais 14 cargos em comissão e pode ainda contratar estagiários e funcionários terceirizados.

Brasil

Em todo o Brasil foram registrados 19.129 candidatos a prefeito e 504.496 candidatos a vereador para concorrer nos 5.570 municípios. No Estado de São Paulo para 645 cidades paulistas estão inscritos 2.647 candidatos a prefeito e 86.247 candidatos a vereador.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››