03 setembro 2020

Morre o comerciante Maurício Joaquim, vítima de Covid-19

  

Maurício Joaquim em foto recente, logo após o início da pandemia do coronavírus, usava máscara e tomava todas as precauções contra o vírus (foto: Mila Sosa)

  O comerciante Maurício Joaquim de Oliveira, 68 anos, que estava internado desde o começo de agosto no Hospital da Beneficência Portuguesa em São José do Rio Preto faleceu nesta tarde, vítima de Covid-19. Natural de Jales, ele era proprietário da Casa de Paes, padaria localizada na esquina das ruas Independência e Benjamim Constant, na Vila Imperial.

 O seu estabelecimento, no começo da feira-livre da Vila Imperial, fazia alguns anos, era ponto de encontro de vários amigos que formaram uma confraria. Ali eles se reuniam para filosofar, discutir política e todos os assuntos do momento.

 Maurício Joaquim era bastante conhecida nos meios culturais. Era maçom. E da mesma loja do advogado Osmar Cardin, que faleceu na semana passada, aos 69 anos, no mesmo hospital, também vitima do coronavírus. E sempre benevolente com as entidades filantrópicas da cidade. Nos últimos anos ajudava na Festa Junina do Asilo São Vicente de Paulo com as doações dos pães consumidos na barraca do cachorro quente. Ele se orgulha de seu estabelecimento ser o maior revendedor da mortadela da marca Ceratti. Tanto é que fazia questão de propagar aos amigos para experimentar os eu tradicional lanche de pão com mortadela.

 O advogado Alberto Gabriel Bianchi lamentou a morte do amigo. “Moro vizinho da padaria dele e além de excelente vizinho era muito meu amigo. Nos víamos e conversávamos quase todos os dias. Uma pessoa muito trabalhadora, educada e prestativa”, disse Bianchi, acrescentando que quando viu a padaria reaberta nesta semana ficou feliz porque soube que o amigo estava reagindo ao tratamento da doença. 

Maurício Joaquim tinha melhorado e até saído da UTI e ido para o quarto para ficar em observação. Mas ontem precisou novamente de ir para a UTI para receber respiração mecânica. Ele deixa a esposa Terezinha de Lourdes Galeti, três filhas e um filho.

448 mortes em Rio Preto

De acordo com dados do Comitê Gestor da Saúde em São José do Rio Preto contabiliza 448 mortes e tem 129 pessoas internadas nas UTIs (Unidades de Terapia Intensiva) e 201 nas enfermarias. Os dados foram divulgados às 10 horas desta quinta-feira (3).

Ainda de acordo com o último boletim, desde que começou a pandemia em 16 de março, a cidade já contabilizou 76.103 casos da doença, sendo que 14.685 foram recuperados. 

A padaria Casa dos Pães era ponto de encontro para uma confraria de amigos, do qual Maurício Joaquim também fazia parte para falar sobre filosofia e dos assuntos de momento (foto: Mila Sosa)

Sempre sorridente e de bem com a vida e com todos. Esse era Maurício Joaquim, que partiu para outro mundo, nesta quinta-feira, vítima do coronavírus em São José do Rio Preto 




Um comentário:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››