28 setembro 2020

Em Adolfo prefeito Chem enfrenta ex-vice-prefeito João Batista

Prefeito Chem enfrente ex-vice-prefeito João Batista


A cidade de Adolfo estava prestes a ter candidato único nessas eleições com a desistência do construtor Flávio Balbino, do Republicanos. O prefeito Izael Antonio Fernandes, o Chem, do PSDB, estava até sentindo-se confortável para disputar a reeleição, sem ter concorrentes. Mas de última hora surgiu a candidatura do comerciante João Batista, do MDB.

Chem quando resolveu anunciar sua disposição de concorrer à reeleição já tinha alinhavado conversas e apoios. Entre os apoios estava o do grupo político adversário, liderado pela ex-prefeita Rose Biliato e pelo seu marido Carlos Alberto Oliveira, que tem o comando do DEM na cidade.

Flávio Balbino vinha propagando há mais de três anos que seria candidato a prefeito pelo Republicanos. Gravou um vídeo e divulgou pelas redes sociais, no começo de setembro, anunciando sua desistência. Justificou que encomendou pesquisa e constatou que não teria chance de vencer as eleições.

Na chapa situacionista chegou-se a cogitar até a troca do candidato a vice-prefeito, Nelsinho Gimenez, do PTB. Entre os cotados para ocupar o cargo estavam o do Dr. Sebastião, de Zinho e do vereador Ricardo Robles. Depois de muitas conversas, o nome de Nelsinho foi mantido na chapa.

O filho da ex-prefeita Rose, o engenheiro João Vitor de Oliveira, sai como candidato a vereador na coligação que apoia a candidatura do prefeito Chem e do vice-prefeito Nelsinho.

João Batista foi vice-prefeito na gestão de Rose Biliato. È proprietário de uma das principais sorveterias de Adolfo. Terá como companheiro de chapa o aposentado Geraldinho Villas Boas, também do MDB.   


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››