28 setembro 2020

Carlão quer ser o primeiro representante da raça negra na Câmara

Formado em três faculdades, Carlão afirma que se sente plenamente preparado para assumir como vereador em Bady Bassitt. "Vamos fazer a diferença", afirma.


Não dá como ser grande, ser integro e ter sucesso na vida sem ser humilde. Essa lição Carlos Antônio Pereira sempre ouviu desde criança dos seus pais. O pai, Antônio Eugênio Pereira, era mestre de obras, e a mãe, Iraci Ermita Pereira, dona de casa que ainda ajudava no orçamento doméstico costurando para fora.

Carlão como é carinhosamente chamado por todos, desde pequeno sempre gostou de estudar e aprender novas coisas. E agora se diz plenamente preparado para tentar uma vaga na Câmara dos Vereadores de Bady Bassitt. Quer ser o primeiro negro da história do município a ocupar o cargo de vereador na cidade.

Nascido em São José do Rio Preto em 1971, ele é penúltimo dos seis filhos da família. Quando tinha 12 anos a família mudou-se para Jaci, onde começou a trabalhar como empacotador e chegou a ser ajudante de açougueiro num supermercado da cidade. 

Com 16 anos voltou a morar em São José do Rio Preto e começou a trabalhar num cartório de notas. Depois disso foi trabalhar como coordenador de compras, gerente de restaurante de construtora. Sempre trabalhando de dia e estudando à noite. Se formou em técnico em Informática pelo Senac e cursou três faculdades: Ciências Contábeis (Unirp), Relações Públicas (Unilago) e Artes Cênicas (Universidade Livre das Artes). Possui MBA em logística pela Live University.

Casado com Erenice Aparecida dos Santos Pereira, Carlão atuou como dono de rotisserie, coordenador de compras na Acirp (Associação Comercial e Industrial de Rio Preto). O voluntariado sempre esteve presente na vida dele. Foi rotariano, pertencendo ao Rotary Clube de Bady Bassitt e é um dos mais atuantes membros do Lar Moises Elias Natalino.

Não é de agora que Carlão tem se interessado por política. Ele é uma pessoa que lê muito, além de livros didáticos, realiza leituras diárias dos grandes jornais e das principais revistas brasileiras. “Quem lê fica melhor informado”, ressalta.

Funções de vereador

Carlão sabe perfeitamente quais são as funções de uma câmara municipal e o papel a ser desempenhado pelos vereadores. “Os vereadores tem que ajudar a criar leis e representar os interesses da população perante o poder público”, afirma, acrescentando que ouvindo pedidos e conselhos de vários amigos resolveu postular uma vaga na Câmara dos Vereadores de Bady Bassitt. “Penso que poderemos ser mais úteis legislando em ações voltadas à população”.

O vereador, na opinião de Carlão, tem de ser atuante fiscalizador das ações feitas pela prefeitura. “Tem que acompanhar de perto desde a elaboração do orçamento e até a aplicação final dos investimentos”, afirma. “E vereador que fica indicando apadrinhados para o serviço público já perde toda sua linha de independência e liberdade para cobrar por melhorias nos serviços prestados à população”.

Estudioso sobre o assunto, ele sabe discernir que o vereador não pode determinar a construção, por exemplo, de uma praça, escola ou posto de saúde. “Mas pode indicar ao prefeito o melhor local para a obra. E se a indicação for embasada com dados e boa argumentação tem tudo para ser bem-sucedida”.

Redução de gastos

Ele também defende a redução de gastos e de custos na execução das obras e serviços públicos. “As regalias tem que ser cortadas em qualquer tempo, mas agora ainda mais com a pandemia do coronavirus, em que empresários e trabalhadores sofrem na pele os desfechos dessa crise econômica que assola o país”.

Carlão afirma ainda que a população não pode ficar apática dos acontecimentos políticos que acontecem em Bady Bassitt. “Nós seremos eleitos para cumprir com o nosso papel de fiscalizador”, garante, acrescentando que as pessoas não podem deixar as decisões mais importantes para políticos que não estão nem um pouco preocupados em defender os anseios e direitos da população. Ele também ressalta que, se eleito, deverá ser o primeiro negro na história da Câmara.


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››