04 junho 2020

Lions entrega mais 100 protetores faciais para Santas Casas de Rio Preto e Tanabi

Sadala, do Lions Cube de Tanabi, Audinei Bonfanti, Dr. Carlos Mazzetto da Santa Casa de Rio Preto e Renato Nunes, do Lions Clube Sul de Rio Preto, durante entrega dos protetores faciais



Santa Casa de Misericórdia de São José do Rio Preto, a Santa Casa de Tanabi e o Pronto Socorro de Bálsamo recebem nesta quinta-feira, dia 4, a doação de protetores faciais, as máscaras no modelo Face Shields (escudo protetor), confeccionados em acetato com impressora 3D. A doação foi feita pelos clubes do Lions de Rio Preto e de Tanabi.

Os dois clubes de Lions em São José do Rio Preto, o Centro e o Sul, estão unidos em campanhas para ajudar a combater a pandemia da coronavírus. Desde quando foi decretada a quarentena por causa da doença, os dois clubes organizaram doações de álcool em gel, de máscaras e protetores faciais para hospitais e entidades assistenciais como a AMICC (Associação dos Amigos das Crianças com Câncer) e CAPAC (Casa de Apoio aos Pacientes com Câncer).

A doação de hoje foi intermediada pelo corretor de imóveis Audinei Bonfanti, de Bálsamo, após tomar conhecimento das doações feitas pelo Lions à Santa Casa, Hospital de Base e Unidades Básicas de Saúde (UBSs). Audinei ligou para seu cunhado Emílio Carlos Uchella, dono da Central do Acrílico em Guarulhos, e conseguiu a doação de 100 unidades dos protetores faciais para a região.

Central do Acrílico

Fundada em 1997, a Central do Acrílico é uma empresa focada na distribuição e confecção de produtos de acrílico. Com duas unidades e uma área total de 6.000 metros quadrados, com sede e frota próprias, a empresa atende a cidades de todo o Brasil e até de países vizinhos no fornecimento de acrílico. Hoje é uma das maiores empresas do segmento na América Latina.

A Central do Acrílico tem como visão fornecer materiais com qualidade, como missão trabalhar com honestidade e como valores o respeito, humildade, transparência e ética.

A Central do Acrílico adaptou temporariamente sua linha de produção para produzir máscaras no modelo protetores faciais para fornecer aos profissionais de saúde. E também participa desde o início da pandemia do coronavírus de um projeto social para a doação de cúpulas de intubação, feitas em acrílico, para hospitais públicos e Santas Casas de todo o País.

Sandra Uchella, uma das diretoras da Central do Acrílico, conta que empresas do setor acrílico se juntaram a anunciaram a doação de 5 mil cúpulas de intubação. Essas cúpulas serão destinadas para hospitais públicos e Santas Casas que estiverem com grande demanda de casos de Covid-19. Somente para a cidade de São Paulo estão sendo destinadas 1.500 cúpulas respiratórias. “O objetivo é reduzir a contaminação dos profissionais da área de saúde, que todos os dias se dedicam por todos nós”.

Sadala, do Lions Cube de Tanabi, Audinei Bonfanti, Dr. Carlos Mazzetto da Santa Casa de Rio Preto e Nelson Gonçalves do Lions Clube Centro de Rio Preto, durante entrega dos protetores faciais

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››