12 junho 2020

Desconfie sempre e denuncie quem replica fake news

Whatsapp permite agora denunciar quem não obedece os termos de uso do aplicativo


Desconfie sempre. Não importa quão urgente a mensagem pareça ser. Nem sempre aquilo que lhe chega pelo Whatsapp no grupo da família ou dos amigos é verdadeiro. Essa é a recomendação que os especialistas em lidar com notícias fazem aos usuários das redes sociais.

Mensagens recebidas pelo Whatsapp podem conter scripts maliciosos que são executados sem que o usuário perceba. Se alguém lhe manda mensagem ou liga para informar que você ganhou um prêmio fique esperto. Pode ser golpe. E se pedir para você enviar o código que será enviado, por mensagem, ao seu celular não caia nesse golpe. Nunca passe esse código, em qualquer hipótese, para ninguém. Estão querendo furtar sua senha e invadir seu Whatsapp.

Aprenda também a identificar mensagens encaminhadas com a etiqueta “Encaminhada”, que vem escrita, com letras meio apagadas, logo acima da postagem recebida. Isso ajuda a perceber se seu amigo ou parente postou, por inciativa própria dele, ou se veio originalmente de outra pessoa e ele está apenas repassando.

Quando a mensagem é encaminhada por muitas vezes, ela é identificada por uma seta dupla, com cor meia apagada no canto esquerdo logo acima da mensagem. Fique atento para não ajudar a disseminar boatos e notícias falsas. Quem vai perder a credibilidade no grupo da família e dos amigos será você.

Áudios e videos

Analise fotos e arquivos de áudios e vídeos cuidadosamente. Fotos, áudios e vídeos podem ser editados para enganar você. Não acredite, principalmente agora nessa época de Coronavírus, em áudios ou vídeos em que a pessoa não se identifica. 

Tornou-se constante repassarem áudios e vídeos dessa forma, acrescido de texto dizendo que a pessoa do áudio ou do vídeo seria médico ou algum especialista na área da Saúde, quando não verdade não o são. Estão querendo fazer com que você caia no “conto do vigário” e repasse essas mentiras.

A indústria da mentira tornou-se tão audaciosa que utiliza-se de montagens, utilizando sofisticados softwares de edição, para simular estúdios ou bancadas de programas jornalísticos. Quem assiste jura tratar-se de um algum telejornal ou programa de entrevista da televisão. Na verdade não existe e fingem ser programas de televisão para tentar dar credibilidade à mentira que querem lhe passar para você repassar para os outros. Desconfie desses “programas” cujo apresentadores você nunca viu na tela da sua tevê.

Procure por fontes confiáveis para confirmar se a história está sendo reportada também em outros veículos. E lembre-se que páginas no Facebook ou simples blogs não servem como fonte de pesquisas. Procure se informar nos veículos tradicionais de comunicação, aqueles que realmente existem, de forma física, que informam nomes de seus editores, telefones e endereços de suas sedes. Desconfie dos sites desconhecidos que trabalham escondendo nomes dos redatores, telefones e endereços de suas sedes.

Questione ainda opiniões tendenciosas e parciais. Verifique se os textos contêm muitos adjetivos elogiosos ou caluniosos. E se tem erros de português e de concordância. Histórias que parecem difíceis de acreditar são, em sua maioria, falsas.

Denuncie, sem medo

O Whatsapp lançou faz algum tempo uma ferramenta para você denunciar grupos e contatos que costumam disseminar fakes News. Para isso abra a conversa. Toque no nome do contato ou grupo para abrir dados do perfil. Deslize até o final da página e toque em “Denunciar Contato” ou “Denunciar Grupo”.

Quando você faz uma denúncia, o Whatsapp recebe as mensagens mais recentes que o usuário ou grupo denunciado enviou, além de informações sobre as suas interações mais recentes com o usuário denunciado.

O Whatsapp pode banir contas que violam os termos do serviço. Ao acessar e baixar o aplicativo no celular, a operadora deixa bem claro que pode banir usuários, e sem notificação prévia, que não respeitam os termos de uso do Whatsapp. 

E uma dessas normas é não disseminar notícias falsas que podem prejudicar outros usuários e grupos. Entre elas também estão violar direitos do WhatsApp ou de usuários, ações ofensivas raciais ou étnicas, incitação a crimes e envio de vírus, entre outras.

Sabe aquele cara chato que fica te enviando mensagens indesejadas. Agora você pode denunciá-lo e ele pode ser banido 
O Whtsapp pergunta sempre antes de concluir a operação se realmente quer denunciar o contato ou grupo

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››