27 maio 2020

Zarattini pede convocação do presidente do BB para explicar anúncio em site acusado de fake news


 
Zarattini informa que CPI das Fakes News quer apurar quem são os sites e os seus responsáveis,
 que espalham mentiras pela internet
O deputado Carlos Zarattini (PT-SP) informou que apresentou nesta segunda-feira, 25, requerimento de convocação do presidente do Banco do Brasil (BB), Rubem Novaes, para prestar esclarecimentos à Câmara dos Deputados. O objetivo da convocação é investigar o uso de dinheiro público pelo BB para financiar sites de extrema-direita e canais de You Tube acusados de disseminação de informações falsas.

Segundo o deputado, as acusações surgiram no dia 19 de maio quando o movimento Sleeping Giants Brasil detectou anuncio publicitário do BB no site do "Jornal da Cidade Online", acusado de publicar notícias falsas como “rede articulada de desinformação” pelo site Aos Fatos, especializado em desmentir notícias falsas. O Sleeping Giants expõe o nome das empresas que financiam, por meio de anúncios, sites que disseminam notícias falsas. E sugeriu ao BB a retirada de sua publicidade.

O BB chegou a anunciar em sua conta no Twitter que iria retirar o anúncio no site. Mas voltou atrás e, segundo Zarattini, manteve a publicidade após reclamação pública do filho do presidente Jair Bolsonaro, o vereador Carlos Bolsonaro (Republicanos-RJ). Segundo o vereador, o BB “pisoteia em mídia alternativa que traz verdades omitidas”.

De acordo como deputado Zarattini, a CPI das Fake News investiga o uso de dinheiro público e busca barrar a “fábrica de fake News”. “É preciso ir a fundo no uso de dinheiro público para alimentar a rede de distribuição de notícias falsas e ações do gabinete do ódio. Estamos investigando também quem são os empresários que também financiam mentiras na internet”.

O “Jornal da Cidade Online” já foi condenado e é alvo de ações na Justiça por publicação de notícias falsas e ataques a pessoas, principalmente adversários políticos do presidente Bolsonaro. No site não consta expediente, telefones para contato e nem o nome do jornalista responsável. A Folha do Povo apurou pelo CNJP que consta como endereço da empresa uma sala na cidade de Passo Fundo (RS).

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››