02 abril 2020

Movimento em restaurante caiu pela metade em Mendonça

A Galeria Zanetoni foi fechada e agora o dono do restaurante atende pedidos para marmitex na porta


O movimentou caiu quase pela metade no restaurante do comerciante Luiz Duran. Ele é dono de um restaurante na Galeria Zaneton, em Mendonça, e informa que, antes da crise do coronavírus, vendia em média entre 80 a 100 refeições por dia.

Depois que a Galeria Zaneton foi fechada e dos decretos municipal e estadual proibiram estabelecimentos que trabalham na área de alimentação servirem comida no local, Duran afirma que a situação ficou complicada para ele, a esposa, uma irmã, um primo e até o sogro que trabalham no restaurante.

Ele informa que não chegou a fechar totalmente o restaurante, porque a legislação permite que se venda pelo sistema delivery. “Estamos vendendo marmitex, mas a nossa venda de almoços caiui drasticamente”, afirma.

Antes, além do almoço, quem comia no restaurante sempre acabava pedindo uma jarra de suco, uma garrafa de refrigerante ou uma sobremesa, como um doce ou sorvete, para acompanhar a refeição.

Duran espera que esse fechamento do comércio seja passageiro e que na próxima semana tudo volte ao normal. “Estamos torcendo e rezando”.

Ruas estão praticamente vazias na cidade de Mendonça

A Galeria Zanetoni, um dos centros comerciais de Mendonça, está fechada

Na maioria das ruas não se vê mais carros e nem pessoas transitando

As lojas de materiais de construção, liberadas por serem consideradas como essenciais, estão funcionando

Cartaz na porta do Paço Municipal informa que a prefeitura está funcionando internamente e com horário reduzido

Para atendimento ao público de Mendonça está abrindo somente na parte da manhã até as 12 horas

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››