02 abril 2020

Adolfo realiza triagem na entrada da cidade para detectar febre nas pessoas

Agente de saúde mede a temperatura de motorista que chega na cidade de Adolfo. Quem estiver com febre é encaminhado imediatamente para o Posto de Saúde ou não entra na cidade



O município de Adolfo não teve nenhum caso confirmado ou suspeito de coronavírus. Mas nem por isso a prefeitura da cidade descuida. Espalhou recipientes com álcool em gel por todos os departamentos do Paço Municipal e até o prefeito Izael Antonio Fernandes, o Chem, do PSDB, está usando máscara no rosto com medo de ser infectado.

Ele justifica que já está na idade de risco e que também não quer eventualmente ser contagiado e nem contagiar ninguém. Seguindo as orientações do Ministério da Saúde e do Governo do Estado, o prefeito também decretou estado de emergência no município, suspendendo as aulas e fechando os estabelecimentos comerciais e igrejas. E colocou o carro oficial do gabinete, um Ford Fusion, à venda para que o dinheiro seja destinado no combate ao coronavírus.

A prainha de Adolfo, um dos principais pontos turísticos da região, está fechada por tempo indeterminado. As aglomerações de pessoas na praça principal da matriz, onde geralmente os idosos se concentravam para jogar baralho ou conversar, estão proibidas.

Na entrada da cidade os agentes de saúde montaram barreiras para a entrada de todos os veículos. Todos os motoristas e seus passageiros tem a temperatura medida instantaneamente para verificar se estão com febre ou sintomas da doença.

Até agora nenhum caso suspeito foi detectado. Os agentes estão orientados que assim que surgir alguma pessoa com febre acima dos 37 graus, tosse ou nariz escorrendo para comunicar imediatamente a Unidade Básica de Saúde (UBS), para onde deverá ser levado a pessoa para mantê-la em isolamento por 14 dias.

O vice-prefeito Nelsinho Gimenez (PTB) disse que mais está sofrendo com a paralisação temporária por causa do coronavirus são os comerciantes. “Adolfo é uma cidade turística, que depende do turismo, dos visitantes que vem para cá para passar os finais de semana nas centenas de ranchos a beira dos nossos rios”, observou.

Barreira na entrada de Adolfo pára todos os carros que chegam na cidade para medir o estado febril das pessoas

Todos os veículos estão sendo parados na entrada de Adolfo, seja de visitantes ou de moradores


A ordem é para evitar a contaminação e por isso todas pessoas que chegam tem sua temperatura medida por termômetro

Agente de saúde utiliza termômetro eletrônico para medir a temperatura de passageiro de veículo na entrada da cidade

Triagem é feita por agentes de saúde, com apoio de servidores da área de segurança da prefeitura
Prainha de Adolfo permanecerá fechada por tempo indeterminado 

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››