20 março 2020

Prefeito de Rio Preto decreta estado de emergência e determina fechamento do comércio

Prefeito Edinho Araújo, ao lado vice-prefeito Eleuses Paiva e do secretário de Saúde, Aldenis Borin,
durante entrevista coletiva em seu gabinete na tarde desta sexta-feira


Em entrevista coletiva concedida à imprensa hoje (20) a tarde no seu gabinete, na Prefeitura de São José do Rio Preto, o prefeito Edinho Araújo (MDB) informou que estava decretando estado de emergência e determinando o fechamento do comércio. Ele informou que a cidade tem 60 casos suspeitos de coronavirus e dois tiveram resultados positivos. A entrevista foi transmitida, ao vivo pelo Facebook.

Na entrevista que teve a participação do vice-prefeito Eleuses Paiva (PSD) e do secretário da Saúde, Aldenis Borin, o prefeito disse que está tomando todas as providências necessárias para evitar o alastramento da doença no município. “Precisamos enfrentar esse problema para sair desse momento tão tribulado”, afirmou. “Decidimos em comum acordo com entidades patronais e empregados recomendar o fechamento de todos os estabelecimentos considerados não essenciais a partir deste sábado. E obrigatoriedade a partir de segunda-feira, dia 23".

O decreto foi assinado pelo prefeito Edinho Araújo e poderão ficar abertos apenas serviços como farmácias e supermercados. Inicialmente, a medida é válida para 15 dias. Prefeitura irá aplicará multa de cerca de R$ 6.000 a eventos com aglomeração de mais de 100 pessoas. Representantes da Acirp (Associação Comercial e Industrial de Rio Preto) e do  Sincomercio (Sindicato do Comércio Varejista estiveram reunidos momentos antes da entrevista com o prefeito. 

"Fui voto vencido na reunião. Era contra o fechamento, mas o Eleuses (Paiva, vice-prefeito) e outros pequenos comerciantes estão muito preocupados", disse o presidente do Sincomercio, Ricardo Arroyo.

 “A grande arma que nós temos é a prevenção”, afirmou o vice-prefeito Eleuses Paiva, que é médico. “Queremos cumprimentar todo o setor hospitalar de Rio Preto, que colocou suas instalações à disposição para o atendimento aos infectados com o coronavirus e  também os nossos cumprimentos a todos os profissionais de saúde”..

O prefeito afirmou ainda que determinou ao Semae que suspenda a cobrança de tarifa de água na faixa social, de menor renda, por 90 dias. A medida deverá beneficiar mais de 15 mil pessoas de baixa renda. O corte da água também estará suspenso por 60 dias a partir de segunda-feira.

O transporte coletivo vai operar, a partir de segunda-feira, 23, com número reduzido de ônibus, horários praticados aos sábados. Os servidores públicos poderão operar em regime de teletrabalho ou em formato de rodízio.

Prefeito Edinho decreta estado de emergência pública e determina fechamento do comércio em Rio Preto



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››