22 março 2020

Morre o médico Domingo Braile aos 81 anos de idade

O cardiologista Domingo Braile morre aos 81 anos de idade em casa


O médico cirurgião Domingo Braile, um dos mais importantes cardiologistas do Brasil, faleceu neste domingo (22),em  São José do Rio Preto. Ele tinha 81 anos e estava em casa, onde tratava um quadro de pneumonia. Além de médico, ele também era piloto de avião, função que exercia por hobbie.

Domingo Marcolino Braile nasceu em Nova Aliança (SP), no dia 8 de abril de 1938. Filho de Lino Braile e de Maria Neviani Braile. Seu pai foi o primeiro médico da cidade. Deixa a esposa Maria Cecília Braga Braile e as filhas Patrícia e Valéria Braile.

Ele iniciou sua carreira médica quando ingressou, em 1957, na Faculdade de Medicina da Universidade de São Paulo (FMUSP). Em 1967 liderou o grupo que criou o Instituto de Moléstias Cardiovasculares (IMC) em São José do Rio Preto, onde ficou por 25 anos trabalhando como cirurgião cardíaco.

Em 1977 fundou a Braile Biomédica que se tornou um centro de referência na indústria médica brasileira. Construída com o objetivo de viabilizar a cirurgia cardíaca para toda a população, a empresa atua no desenvolvimento e produção de válvulas biológicas e enxertos de pericárdio bovino, produtos pioneiros no Brasil.

"Me dediquei de coração a Rio Preto. Sem intenções políticas, sem interesses particulares. Apenas pus meu coração aqui e lutei forte para que coisas boas acontecessem em nossa cidade. Sempre afirmei que as pessoas vão gostar de morar onde há bons empregos, desenvolvimento e consequentemente, boa qualidade de vida", disse Braile em entrevista à revista Vida & Arte, do Diário da Região.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››