20 março 2020

Aumenta a procura por álcool gel caseiro nas redes sociais

Álcool gel caseiro é contraindicado pelo Conselho Federal de Química.
 Na falta do produto recomenda-se lavar as mãos com água e sabão


Indicado para prevenção do coronavírus, o álcool em gel registrou aumento nos preços e também falta de estoque em alguns estabelecimentos comerciais. Em virtude desse cenário, a partir do dia 15 de março, registrou-se um aumento de menções nas redes sociais ao “álcool em gel caseiro” ou “como fazer álcool em gel”. No dia 18, quarta-feira, o volume de publicações chegou a 5,6 vezes o total do registrado no domingo, quando começou o crescimento. Já em relação a ontem, houve uma queda de 46%. 

É o que aponta levantamento dos últimos cinco dias da Stilingueplataforma líder nacional de Inteligência Artificial (IA) para o idioma Português (PT-BR) - com foco em Social Intelligence & Responding em tempo realO Twitter registrou 54% das menções, o Facebook 21% e YouTube 20%. As mulheres se mostraram mais preocupadas com o tema, representando 46% do total de publicações. 

Contraindicado para combate ao vírus, a produção caseira do produto é vetada pelo Conselho Federal de Química, e a Agência Nacional de Vigilância Sanitária ainda alerta para acidentes por queimadura e indigestão. Em caso de falta do produto, a recomendação é higienizar as mãos com água e sabão.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››