24 outubro 2017

Prevenção é o melhor remédio, afirma nova secretária de Saúde

A médica Ana Carolina e a enfermeira Natália Brentam, responsáveis pela Saúde em Nova Aliança

É melhor prevenir do que remediar. Com base nesse antigo ditado popular a nova secretária municipal de Saúde de Nova Aliança, a médica Ana Carolina Sperandeo, pretende administrar o setor da Saúde no município.

Formada em Medicina pela Universidade de Taubaté, onde também se formou como médico o governador Geraldo Alckmin, Ana Carolina embora nunca teve nenhuma recaída para a política é neta do primeiro prefeito da cidade: o também médico João Sperandeo.

Defensora da medicina preventiva, Ana Carolina é médica pediatra e também endocrinologista, especialidade que se dedica ao estudo das glândulas de um modo geral. Há pouco mais de seis meses na cidade, ela que já vinha atuando como médica passou a ser gestora da Saúde, a convite do prefeito Gusto Fajan (DEM), com a missão de atualizar e digitalizar todos os dados do setor.

Para isso ela conta com a ajuda da enfermeira alto padrão Natália Scarpetti Bretan, que assumiu a gerência da unidade de Estratégia da Saúde da Família (ESF). “Temos que realizar constantemente e da melhor forma possível o trabalho de medicina preventiva”, afirma Ana Carolina. “Não queremos que as pessoas fiquem doentes para depois tratar. Vamos primeiro conscientizar a todos para fazer a prevenção”.

Com a experiência de já ter trabalhado em grandes cidades como Campo Grande, capital do Mato Grosso do Sul, e em Campinas, Ana Carolina afirma que o Ministério da Saúde deu um passo fundamental para a informatização do Sistema Único de Saúde (SUS). De forma gradual está sendo implantado o Conjunto Mínimo de Dados (CMD) que unificará sistemas já dotados pelas redes públicas e privadas e o Ministério da Saúde poderá acompanhar o registro de dados de serviços, reduzindo custos e tempo no atendimento dos pacientes.


A atualmente a Unidade Básica de Saúde de Nova Aliança atende de segunda a sexta-feira das 7 às 24 hs e aos sábados, domingos e feriados, das 7 às 19 horas. Já a ESF atende de segunda a sexta, das 7 às 17 horas. A nova secretária informa que estuda formas de ampliar o horário de atendimento. “Mas isso não é para agora de imediato”, avisa, acrescentando que qualquer modificação no horário de atendimento demanda tempo, gastos e recursos humanos.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››