sábado, 6 de junho de 2020

Vado informa que foi procurado por intermediário de José Sergio para retirar denúncia

Vado disse ter sido procurado por emissário de José Sérgio para retirar denúncia na Câmara



O mecânico Orivaldo de Oliveira, o Vado da Oficina como é conhecido em Mendonça, contou para a reportagem da Folha do Povo que foi procurado, no último final de semana, em seu estabelecimento, por um familiar do vereador José Sérgio de Oliveira (SD), pedindo para que ele retirasse a denúncia contra o vereador.

Vado disse que se recusou a assinar um documento levado até ele pelo intermediário do vereador. “O que eu já fiz eu não vou retirar”, afirmou. Vado denunciou José Sérgio de estar acumulando cargo de chefia no gabinete do prefeito Antonino Caetano de Souza, o popular Sabiá, que é do mesmo partido do vereador.

José Sergio é funcionário efetivo da prefeitura, mas na condição de pedreiro. “Para ele ocupar cargo de chefia no gabinete ele teria que se afastar”, afirma Vado, dizendo que antes de ingressar com a denuncia procurou o vereador pessoalmente para se mostrar indignado com o fato.

“Mas ele mentiu para mim e disse que ele podia ocupar os dois cargos (chefia no gabinete e vereador) ao mesmo tempo”, lembra Vado, acrescentando que José Sérgio até deu o exemplo do atual presidente da Câmara, Claudio Oliveira (PSD), que também é funcionário da prefeitura e continua exercendo o cargo de vereador.

O presidente da Câmara afirmou que, embora tenha sido convidado, ele nunca ocupou cargo de chefia na prefeitura. “São coisas bem diferentes”, frisou.

CPI

A Câmara Municipal de Mendonça instaurou Comissão Processante de Investigação (CPI) para apurar denúncias protocoladas contra o vereador José Sérgio de Oliveira (SD). O vereador Alessandro Oliveira, o Tatinho (PSDB), irá presidir a comissão, tendo o vereador Arlei Pereira (PSD) como relator e o vereador José Pedro (PSD) como membro. .


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››