quarta-feira, 6 de maio de 2020

Folha do Povo lança enquetes para saber intenção de votos para prefeito

O levantamento feito pela Folha do Povo não tem caráter cientifico e considerou possíveis candidatos nos municípios 



O jornal Folha do Povo lança nesta semana, depois de consultar o TSE (Tribunal Superior Eleitoral), e amparado por diversos advogados e consultores técnicos em legislação eleitoral, enquetes para saber a intenção de votos dos eleitores nas cidades onde o jornal veicula. O jornal também poderá realizar enquetes para saber a avaliação das administrações municipais.

O levantamento não tem caráter cientifico. A Folha do Povo considerou possíveis pré-candidatos por partidos políticos com representatividade mínima de cinco membros no Congresso Nacional. Eles aparecerão na enquete, em ordem alfabética como são conhecidos em suas cidades.

Diferente das pesquisas, enquetes não tem rigor metodológico. Enquanto as pesquisas devem obedecer procedimentos científicos, como a segmentação dos entrevistados, a base geográfica, o percentual de entrevistados que reflita as diferentes regiões, bairros, faixa etária, escolaridade e margem de erro, a enquete se limita apenas uma sondagem superficial de opinião.

Outra grande diferença das pesquisas, é a iniciativa da coleta de dados. Na pesquisa, o entrevistado é escolhido pelo instituto, enquanto na enquete, especialmente aquelas disponibilizadas na internet, como é o caso das enquetes da Folha do Povo, é o entrevistado que escolhe participar da consulta.

Assim, como é do eleitor a iniciativa de participar da enquete, é natural que possa ocorrer a distorção de resultados, principalmente quando eventualmente algum grupo age de forma sistemática para induzir o desfecho da sondagem.

O sistema usado pela Folha do Povo não permite que mais de um voto seja feito com o mesmo endereço de IP (número de identificação de cada computador) de rede de internet, para que a enquete tenha um controle maior sobre os votos a serem computados.

Mesmo com a possibilidade de manipulação de resultados, a enquete da Folha do Povo foi permitida, sem qualquer necessidade de registro. Até o final do mês de junho as enquetes da Folha do Povo permanecerão no ar para que os internautas possam participar. Para participar das enquetes basta acessar o site www.jornalfolhadopovo.com.br  e clicar na aba "enquete" e depois na cidade desejada. 


Após o prazo permitido pelo TSE, a realização de enquetes de qualquer natureza de caráter eleitoral estará proibida. E se realizadas, estão sujeitas, não só quem cria a enquete, mas quem divulga os resultados, a multas que variam de R$ 53 mil a R$ 106 mil.




0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››