segunda-feira, 23 de março de 2020

Projeto propõe reduzir pela metade salário dos deputados estaduais


 
Prédio da Assembleia Legislativa do Estado de São Paulo (ALESP)
Projeto de lei protocolado na Assembléia Legislativa do Estado de São Paulo propõe a redução de 50% do salário dos deputados estaduais e que a verba economizada seja destinada exclusivamente para tentar conter o avanço da pandemia coronavirus. A proposta é do deputado estadual Luiz Fernando (PT) e prevê que a redução dos subsídios dos deputados deverá ocorrer até que o estado de calamidade pública seja cessado.

O projeto prevê que a economia na diminuição do salário dos estaduais seja destinada exclusivamente para a área da saúde do Estado de São Paulo com o intuito de enfrentar e conter o avanço da pandemia do Coronavírus, bem como na aquisição de bens e insumos para o tratamento dos acometidos pela Covid-19 nas unidades da rede pública estadual de saúde.

Chile
A Câmara dos Deputados do Chile aprovou no m~es de novembro, por unanimidade, reduzir em 50% o salário não só dos deputados, mas de todas as autoridades de alto escalão do país. Isso incluiu os ministros, subsecretários, governadores, os próprios parlamentares e até o salário do presidente Sebastian Piñera.

Congresso
O salário de parlamentares brasileiros aparece como um dos mais altos do mundo em ranking divulgado, no final do ano pela revista britânica “The Economist”. Em 29 países listados, os brasileiros ocupam a quinta colocação, agraciados com US$ 157,6 mil por ano (não estão incluídos nesses valores as benesses como auxílio-moradia, viagens, refeições, planos de saúde e auxílio-paletó).
O valor recebido pelos deputados federais e senadores brasileiros é maior do que os parlamentares do Canadá (US$ 154 mil), Japão (US$ 149 mil), Noruega (US$ 139 mil), Alemanha (US$ 119 mil), Israel (US$ 114 mil), Reino Unido (US$ 105 mil), Suécia (US$ 99 mil), França (US$ 85 mil) e Espanha (US$ 43 mil).  

Os únicos países selecionados com parlamentares que ganham mais do que brasileiros são Austrália ( US$ 201 mil), Nigéria ( 189 mil), Itália (US$ 182 mil) e Estados Unidos (US$ 174 mil).



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››