quarta-feira, 4 de março de 2020

Ex-prefeito diz que vai recorrer de sentença e confirma que é pré-candidato

Ex-prefeito é condenado a perda dos direitos políticos. Mas diz que vai recorrer e confirma condição de pré-candidato



Em entrevista, por telefone, à Folha do Povo o ex-prefeito de Cedral José Luís Pedrão (PTB) disse que irá recorrer da sentença proferida pelo juiz auxiliar da 2ª Vara da Fazenda de Rio Preto, Marco Antônio Gonçalves, que o condenou por improbidade administrativa, com determinação de perda de função pública e suspensão dos direitos políticos por cinco anos. O ex-prefeito foi alvo de ação proposta pela própria Prefeitura, na gestão do atual prefeito Paulo Ricardo Beolchi de Lucas, o popular Janjão (PPS).

De acordo com a ação, Pedrão contratou empresa para serviços de internet, com pagamentos que ficaram acima do limite previsto para dispensa de licitação, que na época, em 2014, era de R$ 8 mil. Os gastos foram de R$ 11 mil em 2014, de R$ 68,2 mil em 2015 e em 2016 saltaram para R$ 88 mil.

“Deste modo, dúvidas não restam de que a tomada de serviços em destaque foi realizada em desconformidade com o princípio da competitividade, uma vez que não houve o devido processo licitatório e muito menos hipótese de dispensa de licitação”, escreveu o juiz, em sua sentença.

Pedrão pode recorrer da decisão. Ele explicou que os gastos não foram somente com a prestação de serviços de internet para o prédio da Prefeitura e de algumas repartições públicas. “Houve também compra de equipamentos”, justificou.

Ele garantiu que é pré-candidato a prefeito nas próximas eleições. Ponderando no entanto que isso tem que passar primeiro pelo crivo dos dirigentes do seu partido. Também não descartou a hipótese de lançar sua esposa como candidata à prefeitura.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››