domingo, 2 de fevereiro de 2020

Juliano estuda convites para mudar de partido, visando disputar a prefeitura

Juliano se encontra com o presidente estadual do PSDB e estuda convite para ingressar no partido


O vice-prefeito de Mendonça, engenheiro Juliano Oliveira (PTB), esteve sábado em Bady Basssitt para acompanhar a visita do governador João Dória (PSDB) na inauguração do trecho duplicado de quatro quilômetros da rodovia Maurício Goulart (SP-325). Juliano se encontrou no local com o secretário estadual de Desenvolvimento Econômico e presidente estadual do PSDB, Marco Vinholi.

Juliano declarou que é pré-candidato à sucessão do prefeito Antonino Caetano de Souza, o popular Sabiá (SD), que por estar em segundo mandato não pode mais, segundo ele mesmo, postular novamente a Prefeitura de Mendonça. Na verdade Sabiá assumiu a prefeitura em 2016 após a morte do então prefeito Cyozi Aizawa (PP), que faleceu aos 71 anos de idade após enfrentar câncer no estomago.

Juliano admite ter recebido convites da alta cúpula PSDB e do DEM para trocar de partido. Mas afirma estar ainda analisando as propostas. “Não queremos entrar em conflito com a diretoria local de nenhum desses partidos”, afirma, garantindo que somente se filiaria num outro partido se tiver aprovação do diretório municipal. “Não adianta entrar por cima. As coisas tem que ser conversadas e acertadas também na base". Em Bady Bassitt, o prefeito Luiz Tobardini saiu do PPS para se filiar no PSDB e provocou crise interna no partido. Tucanos históricos deixaram o partido após o ingresso do prefeito na sigla.

O vice-prefeito vem conversando com várias lideranças políticas para tentar obter apoio à sua pré-candidatura. Já conversou inclusive com o ex-prefeito Odair Milhossi, dirigente do DEM e que se desponta com larga vantagem nas pesquisas de avaliações internas dos partidos. Há cerca de 8 anos, nas eleições de 2014,  Milhossi e Juliano formaram dupla na disputa pela prefeitura.

O ex-prefeito Milhossi também vem sendo pressionado por diversos partidos para voltar a ser candidato a prefeito. Dirigentes de partidos, que hoje fazem oposição à administração municipal, já se manifestam publicamente apoio ao ex-prefeito. 

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››