sexta-feira, 4 de outubro de 2019

Nem o oceano separou o amor do irariano por uma brasileira



Jaber e Rafaela: uma história de amor a primeira vista

Irariano Jaber Kazemi em sua barbearia no centro de Bady Bady Bassitt

Mais de 12 mil quilômetros de distância não foram problema para a brasileira Rafaela Dall ‘Antonia e o irariano Jaber Kazemi se conhecerem e se casar. Nem o oceano e os mares no meio do caminho foram empecilhos. Os dois se conheceram pelo chat (sala de bate-papo) de um curso de línguas pela internet.


Jaber conta que sempre foi meio extrovertido e fazia brincadeiras com todos integrantes do grupo. Até que um dia o administrador do grupo o colocou temporariamente para fora do grupo. Rafaela indignada com a decisão do administrador puxou conversa no privado. E aí a conversa foi se estendendo, prolongando até virar um namoro virtual. “Se apaixonei por ela sem conhece-la pessoalmente”, conta Jaber.

Pela internet os dois conheceram as famílias. Jaber, o mais novo de uma família constituída por nove irmãos (5 homens e quatro mulheres) não pensou duas vezes em largar tudo que fazia no Iran e viajar para o Brasil, já decidido em vir para casar e ficar de vez.

Irã é uma das civilizações  mais antigas

Tabriz, onde nasceu e viveu Jaber até os 9 anos, é a capital do maior Estado do Irã, o Azerbaijão. A cidade localizada no noroeste do Irã possui 1,5 milhão de habitantes. Depois Jaber morou na capital Teerã, cuja região metropolitana possui mais de 14 milhões de habitantes. O Irã é uma das civilizações mais antigas do mundo, conhecida como povo pérsio. Começando pelos reinos elamitas há quatro milênios antes de Cristo. 

O país foi unificado no século 7 antes de Cristo e alcançou sua altura territorial sob o reinado de Ciro, o Grande, cujo império se estendia da Europa ao vale do Indo. Os russos e os soviéticos ocuparam a cidade por várias vezes, sobretudo após a Primeira e a Segunda Guerra Mundial. Terremotos violentos destruíram muitos dos monumentos históricos da cidade.

Amor a primeira vista

Além do amor por sua amada Rafaela, um dos motivos que fez Jaber procurar novos ares foi a perseguição que as autoridades mulçumanas fazem aqueles que se declaram cristãos. “E eu me converti a Jesus Cristo, o que é proibido no país”. Ao chegar ao Brasil Jaber se batizou numa igreja evangélica. “Essa data foi marcante para mim porque foi no dia do meu aniversário e foi o melhor presente que recebi”.

Ele chegou a cursar faculdade e prestes a se formar abandonou o curso de tradutor.  Poligrota com facilidade em ler, escrever e falar diversas línguas como o persa ou farsi, língua nacional do Irã, inglês, árabe, turco e agora o português, quase sem sotaque estrangeiro. Também é profundo conhecer em realizar trabalhos de iluminação com fibra ótica.

“Foi amor a primeira vista”, diz, contando, ao lado da Rafaela, que tudo se encaixou entre eles. “Eu gosto de fotos e ela também”, diz, exibindo alguns trabalhos profissionais de altíssima qualidade feito pelo casal. “Nós fotografamos ensaios, books, casamentos, festas e fotos comerciais”, explica ela, que também atua como esteticista.

Barbearia diferente

Jaber é bastante estudioso e engenhoso. Tanto é que se instalou em Bady Bassitt com uma barbearia super moderna e com requintes rústicos e ao mesmo tempo sofisticados, mas totalmente diferenciados.

Prá começar não é uma simples barbearia. A decoração é sem semelhança com nenhuma outra. “Foi eu mesmo que fiz, desde a pintura, a colocação das madeiras de paletes nas paredes e até a instalação elétrica”, revela o irariano.

O local, além de barbearia funciona como ponto de encontro para amigos se relaxarem para beber cervejas artesanais ou até mesmo jogar uma partida de bilhar. Também possui relógios, camisetas, cintos e bonés de marcas para quem deseja comprar produtos de qualidade.

Jaber lembra que quando contou para sua família no Irã que estaria vindo de mala e mudança para o Brasil, a maioria dos familiares não acreditou. “Acharam que eu estava brincando, que era gozação da minha parte”, lembra. “Só acreditaram mesmo quando mostrei os bilhetes da passagem aérea”.


O casal já está junto quase dois anos e meio. Antes moraram em Hortolândia. Resolveram se estabelecer em Bady Bassitt porque parte dos familiares do pai dela vive em São José do Rio Preto. “Chegamos e gostamos da cidade. O custo de vida parece um pouco menor do que em cidades grandes e está perto de tudo daquilo que necessitamos”, diz Jaber, que em poucos dias já conquistou a simpatia do público e fez dos clientes bons amigos.



A Barbearia do Gringo funciona ao lado da sede do Aquantarium, em Bady Bassitt

Jaber faz questão de manter em sua barbearia uma bandeira do seu pais, o Irã

Mostrando que já conhece bem a rivalidade dos brasileiros no futebol, Jaber mostra camiseta do Corinthians e do Palmeiras

Todos os cantos da barbearia possuem detalhes que chamam a atenção dos visitantes

Além de barbeiro, ele atua como fotografo, modelo, decorador e estilista

Co sorriso estampado no rosto o irariano Jaber dá a certeza de que fez a escolha certa em sua vida

A bandeira do Iran aos fundos e o sotaque quase imperceptível dão a dicas de que Jaber é irariano
Ele atravessou mares, oceanos e diversos países para estar em Bady Bassitt ao lado de sua amada
Jaber e Rafaela: uma história de amor a primeira vista



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››