domingo, 4 de agosto de 2019

Novo golpe “rouba” WhatsApp de quem anunciou algum produto na internet

Usuários tem que ficar atentos para não cair em golpes que os bandidos estão usando para clonagem



Golpistas estão “roubando” contas de Whatsapp de diversos usuários desse aplicativo sem qualquer tipo de programa malicioso ou de hackers por trás da ação aparentemente muito simples. Eles atacam especialmente pessoas que tenham anunciado algum produto à venda por plataformas de classificados pela internet ou simplesmente ligam se passando por técnicos do Whatsapp ou de alguma operadora de celular.

De posse da conta de whatsapp clonada os golpistas passam a extorquir os contatos da pessoa. Os criminosos invadiram recentemente a conta de um estudante de Potirendaba, de um empresário de São José do Rio Preto e até do ex-Grão Mestre da Maçonaria, Francisco Gomes da Silva, e começaram a conversar com os contatos. Se passando pelo dono do número, os golpistas “inventam mil e uma estórias desesperadoras” e pedem dinheiro para os contatos das vítimas.

A metodologia é simples, porém engenhosa. Eles entram em contato, se passando por alguma operadora ou plataforma de vendas, dizendo que precisam confirmar alguns dados com a pessoa via Whatsapp. E pedem que o usuário confirme informando o código do número recebido via SMS. “Quando a vítima responde a mensagem, informando o código, entregou o ‘ouro’ para o bandido”, explica o analista de sistemas e técnico em informática Carlos Almeida. “Na verdade esse é o código para a ativação da conta do whatsapp em outro aparelho e aí o fraudador começa a agir, se passando como se fosse o dono daquele número e inventando estórias mirabolantes e pedindo para depositar urgente dinheiro em determinada conta”.

Um estudante de 22 anos que prefere não ter seu nome divulgado conta que criminosos invadiram sua conta e começaram a conversar com todos os seus contatos. Conseguiram extorquir R$ 1.500 de uma tia do jovem, que acreditou que o sobrinho estivesse com o carro quebrado perto de Campinas.

“Eu tinha feito um anuncio de uma bicicleta na OLX”, conta o estudante. “Pouco tempo depois recebi uma ligação pedindo para validar meu cadastro e que para isso era preciso eu passar o código que havia recebido via SMS. Não desconfiei, infelizmente, e após informar, eles passaram a comandar meu whatsapp e disparar mensagens para todos os meus contatos”.

“A minha tia só percebeu que era golpe porque ligou para minha mãe no dia seguinte perguntando se tinha dado certo o conserto do carro, onde minha mãe falou que que carro não estava quebrado e que nem tinha viajado para Campinas”.

Com o empresário Anderson Tarraf aconteceu quase a mesma coisa. Ele anunciou um produto para ser vendido pela internet. Recebeu uma ligação informando que era da operadora e pediram para passar o código que recebera via SMS. Minutos depois teve seu whatsapp “furtado” pelos bandidos que começaram a extorquir todos seus contatos. “A sorte que tenho amigos na Polícia e em poucas horas conseguimos localizar e recuperar o meu número de volta”, revela. “Agora não caio nunca mais nesse golpe”.

No caso do ex-Grão-Mestre o golpe foi um pouco mais sofisticado. Os bandidos criaram uma conta no whatsapp. Utilizando-se de uma foto do perfil dele no Facebook e simulando ser ele passaram a enviar mensagens pedindo dinheiro para ajudar uma suposta família em necessidade. A Polícia já está com pistas dos bandidos, que pediam para depositar o dinheiro numa conta em nome de uma mulher no Banco do Brasil.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››