quinta-feira, 25 de julho de 2019

Melhor lugar para comprar livros e raridades é no Sebo Borboleta

Pedro Goulart exibe fita em VHS do grupo The Beatles que faz parte do acervo do Sebo Vila Borboleta


O melhor lugar para comprar livros seminovos, usados e objetos raros como discos, CDs, DVDS, revistas, gibis, entre outras raridades é num sebo cultural, nome dado às livrarias comercializam esse tipo de material. Bady Bassitt acaba de ganhar o Sebo Cultural Vila Borboleta, localizado logo na entrada da cidade, no quilômetro Zero da rodovia Maurício Goulart, que leva o nome do avô do proprietário do local, o jornalista Pedro Goulart. 

Pedro construiu uma carreira bem sucedida como jornalista. Foi editor do Jornal do Ônibus e chegou a ser funcionário concursado da Emurb (Empresa Municipal de Urbanismo) de Rio Preto. Mas conta que ia para o trabalho acompanhado de alguns questionamentos e se martirizando por estar o tempo todo longe das filhas Maria Júlia e Ana Claudia, hoje, respectivamente com 17 e 12 anos. Resolveu mudar radicalmente de vida para investir num negócio que pudesse ficar mais perto das filhas, da esposa Heloisa Helena e dos livros.

Filho do médico Antonio Maurício - famoso playboy nos anos 70 - , o gosto pela leitura Pedro, com certeza, herdou do avô Maurício Goulart, que foi influente jornalista, escritor, poeta, advogado e político brasileiro nas décadas de 40, 50 e 60. O avô foi responsável pela construção da ponte Mendonça Lima que interliga os estados de Minas Gerais e São Paulo, quando teve a ideia de fundar a cidade de Fronteira, em 1943. Alternando períodos em São Paulo, Rio e Minas, Goulart foi amigo dos presidentes Juscelino Kubitschek e João Goulart e sócio de Samuel Wainer e Rubem Braga na revista “Diretrizes”, de 1941 a 52, enquanto instalava, em Fronteira, a destilaria de álcool e açúcar. Boêmio inveterado, ajudou a fundar o Jóckey Club e a Rádio Independência de Rio Preto.

Projeto simples

O projeto de Pedro Goulart é simples. É simplificar a vida. Menos dinheiro e menos estresse. “Aprendemos a cada dia com cada um que vem à nossa casa”, explica. “Sem essa troca nosso Sebo não sobrevive. Viemos para trocar e comprar, mas acima de tudo trocar e não só livros, CDs, DVDS e afins, mas trocar ideias, informações, curiosidades, afetos e amizades”.

“O Sebo, apesar do nome, oferece um ambiente agradável e limpo com gente simpática e qualificada”, afirma. “Nossa loja costuma ser frequentada por curiosos, estudiosos e colecionadores. Temos o mérito de disponibilizar uma oferta muito mais ampla de autores do que as livrarias tradicionais, que estão cada vez mais restritas aos últimos lançamentos e aos best sellers”.

No Sebo Vila Borboleta encontra-se algumas raridades e clássicos da literatura como “Iracema”, de José Alencar, “O Alquimista”, de Paulo Freire, “O Príncipe”, de Nicolau Maquiavel, e “Memórias de Brás Cubas”, de Machado de Assis. Tudo a preços bastante convidativos, além raridades como discos de vinil do saudoso Cartola com gravação original da música “Bate Outra Vez” ou coleções dos Beatles, Elvis Presley e de tantos outros artistas famosos.

Comida e petiscos

O Sebo Cultural Vila Borboleta implanta a partir deste mês o serviços de comidas e bebidas, com cardápio variado no almoço e petiscos durante o horário de jantar. A casa oferece sucos, refrigerantes e cervejas. E o mais importante é o preço baixo do almoço: R$ 11,90.



Carrilhão avaliado em R$ 18 mil é uma das raridades do Sebo Borboleta

Pedro Goulart cataloga todos os livros que chegam ao local

Disco em vinil totalmente transparente é uma das atrações do Sebo Cultural

Pedro mostra VHS original do grupo The Beatles

Ambiente espaçoso possui também diversas relíquias em móveis e porcelanas

Os lustres e objetos antigos cham a atenção de todos os visitantes

Livros e discos fazem parte do acervo do Sebo Cultural Vila Borboleta

Dentro em breve o Sebo Cultural também estará oferecendo bebias e pestiscos

Livros são cuidadosamente catalogados e guardados

Sebo Cultural é uma das atrações de Bady Bassitt

Fachada do Sebo Cultural Boboleta em Bady Bassitt

Toda quarta-feira tem picanha no cardápio, acompanhada de arroz, feijão, mandioca e salada por R$ 11,90



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››