quarta-feira, 5 de junho de 2019

Prefeitura retira monumento de homenagem ao Rotary e o substitui por uma palmeira



Funcionários da Prefeitura retiram obelisco do Rotary para plantar palmeira no lugar
Os rotarianos ficaram surpreendidos com a retirada inexplicada do monumento do Rotary Clube Internacional na entrada de Bady Bassitt. O marco rotário foi inaugurado em fevereiro de 2017, durante a gestão da presidente Mila Sosa Viera Gonçalves, com a presença de diversas autoridades locais e do Rotary Clube Internacional.

O monumento foi retirado da rotatória, que pertence à área de servidão e recuo do DNIT (Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes), e danificado por funcionários da Prefeitura de Bady Bassitt na manhã desta segunda-feira (3). Não houve qualquer tipo de comunicado com os dirigentes do Rotary.

O atual presidente do Rotary Clube de Bady Bassitt, médico veterinário Ciro Alexandre Cruvinel, ficou os últimos dois dias tentando falar, sem sucesso, com o prefeito Luiz Tobardini (PPS) para saber a razão do porquê terem retirado o monumento e o terem substituído por uma palmeira no local. “Não quero me pronunciar antes de conversar com o prefeito para saber o que realmente provocou essa situação”, afirmou Cruvinel, acrescentando acreditar de que a retirada tenha sido algum equívoco cometido por funcionários da Prefeitura. “A imprensa de toda a região está me ligando”, revelou Cruvinel.

A ex-presidente do clube, Mila Sosa, afirmou que considerou a retirada do marco como um total desrespeito a uma instituição internacional que tem feito muito pela cidade. “Será que uma palmeira, para quem mandou retirar o marco, é mais importante do que uma instituição internacional?”, indagou.

“Partindo da Prefeitura e do prefeito que está aí não me surpreende em mais nada”, disse Sérgio Fugiwara. “Mas creio que agora passou dos limites”.

Pelas redes sociais foram muitos comentários, a maioria com críticas ao prefeito Tobardini, a quem atribuem a culpa pela retirada do marco rotário.  “É uma total falta de respeito”, afirmou a empresária Cristiaine Pires. “É caso de Polícia. Tem que fazer Boletim de Ocorrência quem mandou fazer isso”, disse Carlos de Freitas.
O proprietário de uma empresa próxima ao local informou para alguns rotarianos que viu quando funcionários da Prefeitura fizeram a retirada do monumento.
“Uma ação desnecessária, arbitrária, estúpida e de quem é muito pobre de espírito”, afirmou José de Souza. “É lamentável isso o que está acontecendo em Bady Bassitt”.

O vice-prefeito João Carlos Vieira (DEM) disse que não estava sabendo de nada. “Faz dois dias que não tenho passado pelo local e não me informaram nada a esse respeito”, disse, lamentando o fato.
A ex-governadora do Distrito 4480 do Rotary, Cristina Lopes, também ficou indignada com a brusca retirada do obelisco. “Tem que perguntar ao prefeito o porquê disso”, afirmou.

O presidente do Lions Clube Letícia Arroyo de São José do Rio Preto, Vincius Brumato, também manifestou sua indignação e protesto pelo ocorrido. “Isso é desrespeito não só com o Rotary, mas com todos os clubes de serviços”, afirmou Vinicius, acrescentando que viaja muito por todo o Brasil e na entrada de todas as cidades é comum erguerem monumentos a instituições como Rotary e Lions.

O prefeito Tobardini, que participou da inauguração do monumento ao lado do vereador e ex-prefeito Airton Rego da Silva, primeiro presidente do Rotary na cidade, foi procurado mas não foi localizado pelos veículos de imprensa para falar sobre o assunto. A informação era de que ele não estaria na cidade. Ele também não atendeu as ligações em seu celular.

Monumento em homenagem ao Rotary é retirado pela Prefeitura em área de servidão do DNIT

Adicionar legenda

Retirado do monumento do Rotary foi considerado como falta de respeito do prefeito por diversas pessoas

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››