terça-feira, 30 de abril de 2019

Roberto Cacciari vai gerar empregos ao montar fábrica de medicamentos em Catanduva

Vista aérea do local onde será instalada a nova indústria em Catanduva

* Richard Casal
Correspondente em Catanduva

Com objetivo de gerar muitos empregos, oportunidades e renda para todos, o empreendedor Roberto Cacciari anunciou a montagem de uma moderníssima fábrica de medicamentos em Catanduva.

Após anos de espera, ele superou as normas burocráticas governamentais e finalmente recebeu a autorização da ANVISA para produzir, embalar, armazenar, expedir, distribuir e até exportar e importar diversos tipos de medicamentos para o Brasil e o mundo.

Por coincidência ou obra divina, a liberação ocorreu no dia seguinte ao 101º aniversário de Catanduva, tornando-se um grandioso presente para toda a comunidade.

“Estamos muito felizes. Essa nova fábrica é o início de um caminho de muitas possibilidades. Pretendemos ter diversos colaboradores”, comemorou Roberto Cacciari, que faz questão em dividir os méritos com as filhas Angélica e Mayra (ambas graduadas na área de Saúde e que há anos trabalham duro ao lado do pai).  

Situada no Jardim Primavera, a Lucipharma Indústria Farmacêutica (que atualmente produz cosméticos e produtos odontológicos), após a expansão futura indústria passará a fabricar diversos tipos de remédios.

“Ainda temos muito trabalho pela frente. Sempre acreditei no potencial de Catanduva, é uma terra abençoada”, disse o corajoso empreendedor.

A primeira fábrica de medicamentos instalada na cidade também foi capitaneada pela família Cacciari, a PROBEM, que se tornou uma das maiores fabricantes de anestésicos odontológicos do mundo. Hoje, essa empresa chama-se DLA, e continua gerando empregos e muitos impostos em Catanduva.

Economistas elogiam coragem do Empreendedor

Na visão do renomado economista Mauricio Oliveira, o empreendedor Roberto Cacciari está à frente do seu tempo, pois, apesar da instabilidade financeira do Brasil, o setor farmacêutico é promissor e tende a aumentar ano a ano, acompanhando o crescimento desordenado da população.

“Em 2018, um total de 684 empresas fecharam as portas em Catanduva e centenas perderam seus empregos. Com essa economia instável é preciso muita coragem e ousadia para investir numa fábrica, seja em qualquer setor”, afirmou o economista Eduardo de Sousa Quércia.

“Vejo com bons olhos o fato de Cacciari ter escolhido a cidade de Catanduva para instalar sua nova empresa. Tenho certeza que haveria mais vantagens a ele ter levado essa indústria de medicamentos para outros municípios, onde teria mais apoio e isenções fiscais”, analisou Guércia.

“Isso sim é amor por Catanduva e pelo seu povo”, declarou o economista.    

Roberto Cacciari em momento de desconcentração com o filho Vitinho

Cacciari monta indústria de medicamentos para gerar empregos para Catanduva e região

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››