sábado, 17 de novembro de 2018

Palestra gratuita em Novo Horizonte discute a importância das habilidades socioemocionais

Palestra gratuita em Novo Horizonte 

A nova Base Nacional Comum Curricular (BNCC) prevê a inclusão das habilidades socioemocionais no currículo escolar. A preocupação em desenvolver habilidades como empreendedorismo, empatia e responsabilidade estão presentes no texto - das 10 competências básicas propostas pela BNCC, 5 são de ordem socioemocional.

Com isso, as escolas brasileiras precisam se preparar para incluir essas habilidades em meio ao projeto pedagógico. Além de ensinarem disciplinas como português, matemática e história, por exemplo, elas terão de desenvolver competências como resiliência, autocontrole, empatia, respeito e habilidades sociais.

Para orientar gestores, educadores e pais nesse processo, a equipe do Programa Semente realiza no dia 20 de novembro, às 19h30, no Centro Cultural Gino de Biasi, em Novo Horizonte, interior de São Paulo, a palestra “Aprendizagem socioemocional: evidências e caminhos” que será aberta ao público, em parceria com o Anglo Santa Rita. O evento será conduzido pelo psiquiatra e educador Celso Lopes de Souza, fundador do Programa Semente - metodologia que está oferecendo às escolas brasileiras a possibilidade de preparar seus alunos a lidarem com a aprendizagem socioemocional, através do domínio das emoções. O Programa, que já está sendo utilizado por cerca de 30 mil alunos, foi desenvolvido com base em estudos internacionais.

Numa aula sobre autoconhecimento e autocontrole do Programa Semente, por exemplo, o aluno é incentivado a refletir sobre suas emoções e se conhecer melhor. De forma estruturada, o programa trabalha os cinco domínios: autoconhecimento, autocontrole, empatia, tomada de decisões responsáveis e habilidades sociais.

“Os pais e as escolas precisam incorporar que as emoções importam. Do mesmo jeito que ensinamos as crianças a nadar e andar de bicicleta, devemos ensiná-las a lidar com suas emoções”, afirma Celso Lopes.

Pesquisa nacional – Amparado pelas principais pesquisas científicas na área de aprendizagem socioemocional, o Programa Semente acaba de publicar o maior estudo sobre o impacto do ensino das habilidades socioemocionais em alunos brasileiros. A pesquisa, realizada pela UFRJ, foi feita com 9,6 mil estudantes do Programa Semente e mostrou impactos positivos em todos os domínios avaliados, apontando nos índices gerais de Habilidades Socioemocionais um aumento estatisticamente significativo de 6,7% (média) no aprimoramento dos cinco domínios das competências socioemocionais, chegando a cerca 14% nos domínios de autoconhecimento e autocontrole.

Os interessados devem se inscrever pelo telefone (17) 3542-6003. As vagas são limitadas.

Serviço:
Palestra “Aprendizagem socioemocional: evidências e caminhos”
Local: Centro Cultural Gino de Biasi
Dia: 20 de novembro (terça-feira)
Horário: 19h30 às 20h30
Endereço: Rua Carvalho Leme, 534 – Centro - Novo Horizonte/SP

Sobre o Programa Semente (www.programasemente.com.br) – Com uma abordagem moderna e inovadora, o Programa Semente está presente em escolas brasileiras contribuindo para o desenvolvimento socioemocional de alunos e educadores. A partir de um material escrito por educadores, médicos e psicólogos, sua metodologia possibilita que sejam trabalhadas em sala de aula questões como sociabilidade, autoconhecimento, autocontrole, empatia e decisões responsáveis, entre outras habilidades, cada vez mais presentes no mundo do trabalho e nas principais avaliações internacionais de educação, como o PISA. Desta forma, o Programa Semente contribui para a alfabetização emocional.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››