terça-feira, 9 de outubro de 2018

São Paulo dá um passo à frente no incentivo ao futebol de várzea

A pedido do governador do Estado de São Paulo, Márcio França, a Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude estuda ações e medidas que visem à valorização e a proteção sociocultural do futebol de várzea.



O tombamento dos campos de várzea e o debate de sugestões de políticas públicas estão dentre os objetivos da iniciativa que é fruto de um decreto instituído pelo Governo do Estado junto à Casa Civil.



Campo varzeanos terão incentivo do Governo do Estado

O estudo conjunto formado, inicialmente, por membros da Casa Civil, Secretaria de Esporte, Lazer e Juventude, Secretaria de Cultura, Museu do Futebol, Secretaria de Desenvolvimento Social, convidados de órgãos, entidades públicas, sociedade civil e setor privado, deve ser entregue em 180 dias.



Muitos craques brasileiros passaram pela várzea antes de ingressarem nas categorias de base de clubes profissionais, como por exemplo, os volantes Elias (Atlético Mineiro), Paulinho (Guangzhou Evergrande), além dos atacantes Gabriel Jesus (Manchester City), Leandro Damião (Internacional) e Ricardo Oliveira (Atlético Mineiro).



Fora do futebol, também marcaram a várzea narradores, comentaristas e repórteres, que ficaram conhecidos pelo trabalho em campeonatos, tais como “Faustão” e Tiago Leifert, por exemplo.



O secretário estadual de Esporte, Lazer e Juventude, Cacá Camargo, ressalta que o objetivo é este, fazer com que o esporte esteja presente no dia a dia das pessoas, nos municípios do interior e, mais do que isso, no coração de cada um.



São Paulo é assim, gera valores, conhecimento, proporciona cultura e lazer e pensa sempre no que é melhor para a população.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››