quarta-feira, 25 de julho de 2018

Juiz condena prefeito de Sales, que recorre da decisão e permanece no cargo


 
Prefeito Ni Baiano continua no cargo e recorre da sentença
O juiz Vinicius Nunes Abbud, da Comarca de Urupês, condenou o prefeito de Sales, Genivaldo de Brito Chaves, o popular Ni Baiano (DEM) por improbidade administrativa, nesta terça-feira (24). Também foram condenados o chefe de gabinete do prefeito, Paulo Roberto Calixto, e o funcionário público Paulo César Ferreira da Silva.

Eles foram acusados pelo Ministério Público de conceder descontou nos IPTUs e emitir certidões negativas falsificadas por meio de um sistema informatizado que eles tinham acesso no período de 2008 a 2012.

Os condenados terão de devolver R$ 400 mil aos cofres públicos, além de perder os direitos políticos por cinco anos e de poder contratar com o serviço público ou de receber benefícios de isenções fiscais. A decisão cabe recurso.

O prefeito e os demais réus disseram à TV TEM que irão recorrer da decisão. Para a Folha do Povo, o prefeito e os demais funcionários, continuam no cargo até decisão em instância superior, evitaram proferir comentários sobre a decisão do juiz e reafirmaram que irão recorrer.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››