terça-feira, 22 de maio de 2018

Secretaria de Assistência Social lança livro coletivo

Secretária Tânia Cestari (Assistência Social), secretário Dori Edissel (Turismo),psicóloga Luana Barakat e o vereador Josemar de Abreu, durante lançamento do livro "Jovem Qual É A Melhor Idade" 


A Secretaria Municipal de Assistência Social de Sales realizou na manhã desta terça-feira o lançamento do livro “Jovem: Qual É A Melhor Idade?”, que narra através de textos e fotos coletivas momentos importantes das pessoas atendidas pela secretaria. A obra materializa algumas ações produzidas em oficinas, diversos projetos e programas sociais no município.

A secretária de Assistente Social Tania Aparecida Fernandes Cestari explica que projeto trabalhou a interação e o fortalecimento de vínculos do grupo Reviver e dos adolescentes de 12 a 18 anos para que eles se sentissem estimulados em conhecer e registrar a vida em suas diferentes formas e momentos, como uma linda colcha de retalhos. Alias uma colcha de retalhos foi literalmente produzida pelos participantes, composta por 30 adolescentes e 30 idosos. “A aproximação das diferentes gerações é uma das maneiras de desmitificar os estereótipos que recaem sobre a velhice e minimizar o distanciamento acentuado entre idosos e jovens”.

O trabalho contou com apoio do Governo Federal, por meio do Ministério de Desenvolvimento Social e Agrário, do Governo do Estado, através da Secretaria de Desenvolvimento Social, e  da Prefeitura de Sales.

A psicóloga Luana Bararak Figueiredo dos Reis afirma que o trabalho feito com o grupo Reviver foi um marco em sua vida. “Vou levar para sempre as histórias que, assim que pudemos escutar, percebemos a necessidade de passar adiante e, acima de tudo, às novas gerações”.

“Quando recebi o convite para trabalhar no projeto Colcha de Retalhos não imaginava que iria aprender tanto”, revela a artesã Geovana Débora Antônio, uma das voluntárias envolvidas no projeto. “Foi uma experiência maravilhosa, mensagens de vida inimagináveis, o aprendizado ao lado deles é tudo que poderia querer. É para levar para a vida toda”.

Presenças
Participaram da solenidade de lançamento do livro o prefeito Genivaldo de Brito Chaves, o popular Ni Baiano (DEM), o secretário municipal de Turismo Dori Edissel e o vereador Josemar de Abreu (PSB), além das pessoas que fazem parte do livro através de suas histórias e familiares.

O prefeito Ni Baiano disse que o livro ficará marcado na história. “Seus filhos e netos poderão ver esse trabalho”. Ele parabenizou a toda equipe do CRAS e da Secretaria Municipal de Assistência Social que colaboraram na elaboração desse trabalho.

Tereza Arlete (à direita) mostra a colcha de retalhos produzida pelos
 participantes e diz que um dos "quadrado" foi ela quem fez


0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››