terça-feira, 22 de maio de 2018

Mendonça vai ter Estação de Transbordo para Resíduos Sólidos


Mendonça ganhará em breve, uma Estação de Transbordo para Resíduos Sólidos Domiciliares (lixo). O projeto técnico foi criado pelo Departamento Municipal de Engenharia e Obras em parceria com os setores de Saneamento de Água e Esgoto de Mendonça (SAEM) e de Meio Ambiente. O engenheiro ambiental Marcos Romero auxiliou junto à CETESB na parte de aprovação dos projetos, juntamente com o responsável pela criação de projetos Oswaldo Gonçalves Filho. 
O pedido no valor de R$ 298 mil foi apresentado no dia 26 de abril, durante reunião no Comitê Técnico do Comitê da Bacia Hidrográfica do Tietê Batalha, pelo prefeito Antonino Caetano Sabiá (SD), vice-prefeito Juliano Oliveira (PTB) e pelo o coordenador do Meio Ambiente Nilton Aguiar. O projeto foi aprovado pela Fundo Estadual de Recursos Hídricos (FEHIDRO) no dia 11 de maio e agora aguarda apenas a assinatura do convênio. Na última terça-feira (15), em Birigui, o coordenador do Meio Ambiente levou o restante da documentação necessária para o andamento do processo.
O transbordo são pontos de destinação intermediários dos lixos coletados na cidade, criados em função da considerável distância entre a área de coleta e o aterro sanitário. Portanto, são locais onde o lixo domiciliar é descarregado dos caminhões compactadores e, depois, armazenados em containers, onde ficarão até a retirada pelo Centro de Gerenciamento de Resíduos (CGR), de Catanduva que dará o destino final. Hoje, o lixo arrecadado é encaminhado no mesmo dia para o CGR, pois a cidade não possui local para armazenamento. Essa mudança trará mais agilidade no serviço e economia.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››