sexta-feira, 19 de janeiro de 2018

Sindicato protesta contra fechamento de agências do Banco do Brasil

Diretores do Sindicato dos Bancários de Rio Preto entregam Carta Aberta
à população para explicar a situação do Banco do Brasil

Diretores do Sindicato dos Bancários de Rio Preto entregaram nesta sexta-feira (19) nas agências do Banco do Brasil carta aberta à população pedindo apoio para ajudar a melhorar o atendimento ao público. Segundo a carta, o banco tem um papel importante como agente de financiamento para pequenas e médias empresas, é o principal agente do FIES (Financiamento Estudantil) e gerencia boa parte dos recursos de crédito imobiliário, além de ser o principal financiador da agricultura familiar e do agronegócio.

“O atual governo vem promovendo um verdadeiro desmonte das empresas públicas, em especial dos bancos públicos, afetando diretamente clientes, funcionários e toda a sociedade”, diz a carta, informando que há cerca de um ano o Banco do Brasil fechou mais de 500 agências e transformou outras 400 em postos de atendimento, cortou quase 10 mil funcionários sem repor um sequer, prejudicando o atendimento ao público.

“Não bastando o maltrato com clientes, o desmonte do nosso principal banco público afeta a vida dos funcionários, pois centenas de cargos são cortados e muitos se veem obrigados a assumir funções com salários reduzidos, muitas vezes longe de suas casas e famílias”.


O Sindicato critica que agora no começo de 2018 a direção do Banco do Brasil anuncia nova reestruturação com fechamento de várias unidades, centralizando serviços em outras localidades com a eliminação de mais de 1.200 caixas nas agências. “As filas e o tempo de espera que já eram grandes vão ficar ainda maior”, afirma o bancário funcionário do BB Jurandir de Jesus Garcia, um dos diretores do sindicato, acrescentando que a redução dos caixas piora o atendimento e o tempo de espera nas agências.








0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››