sábado, 18 de novembro de 2017

Bradesco Regional bate Sicoob Uni + e leva o trofeu da Taça Bancária 2017

Bradesco Regional é Campeão da Taça Bancaria 2017
Foi com emoção e sem nenhuma precipitação que Bradesco Regional conquistou o título da Taça Bancária de Futebol Society 2017.

Jogando um futebol solidário de muita troca de passes, a equipes de Elizandro, João Paulo e do artilheiro Dé levantou troféu de campeão neste sábado (18), no clube de campo dos Bancários, onde equipe venceu o Sicoob Uni+ por 3 a 1.

O destaque da competição com 14 gols foi o artilheiro Dé, autor de dois gols, depois que o atacante Zóio abriu o placar de cabeça logo no inicio da partida. O Sicoob que tinha a estratégia de marcar e contra atacar, sofreu o gol muito cedo e teve que sair para o jogo, o que facilitou muito para o Bradesco que aproveitou muito bem o espaço deixado pelo adversário.

Bradesco Regional e Sicoob chegaram a esta decisão merecidamente. O Bradesco teve 6 vitórias em 7 jogos, marcou 29 gols e fechou a primeira fase com 19 pontos. O Sicoob teve 5 vitórias, 15 pontos e marcou 16 gols.  Certamente todas as preocupações estavam sobre o ataque positivo do campeão.

Dentro de campo, a primeira etapa do jogo foi disputada, com forte marcação e erros das duas equipes, mas os gols de inicio praticamente facilitaram muito e definiram a  superioridade do Bradesco. A principio houve confusão tática no Sicoob e não havia   nada que o treinador Edemilson pudesse ou arrumar nos primeiros 35 minutos.  

No segundo tempo, o Sicoob voltou mais tranquilo e consciente. Acabou equilibrando o jogo. O Bradesco tocava a bola, mas não encontrava espaço como foi no inicio.  Algumas oportunidades de diminuir o placar, mas nada que Pedrinho, Leandro ou Flavinho pudesse fazer, pois o artilheiro Dé se mostrou implacável quando  fez 3 a 0 em golaço de fora da área. 

Se estava difícil, ficou pior ainda, mas o tive verde e branco não desistiu e começou a criar mais oportunidades apertando o Bradesco que já cansado errava passes e perdia chances por puro preciosismo. 

Lukinha diminuiu para o Sicoob e a coisa ficou complicada, pois estava claro que se saísse mais um gol do Sicoob, a coisa ia complicar.  “Como faltavam poucos minutos, o Bradesco sentiu que o resultado por 3 a 1  estava bom e preferiu segurar e administra até o fim e gritar é  ¨Campeão”.










0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››