sábado, 23 de setembro de 2017

Fricarne inicia construção de segunda unidade em Mendonça

 
Frigorífico Fricarne, de Mendonça, inicia a construção de sua segunda unidade para ampliar a produção
Qualidade em primeiro lugar. Essa é e sempre foi a principal preocupação do empresário Marco Antonio de Freitas desde quando abriu, em 1998, a Fricarnes, frigorifico de processamento de carnes bovinas e suínas em Mendonça.  

“Enquanto outros se preocupavam com preço, nós sempre nos preocupamos com a qualidade e isso nos garantiu a continuidade, fidelidade dos clientes e crescimento do nosso negócio”, afirma Freitas, que iniciou neste mês a construção da sua segunda unidade da empresa na cidade onde nasceu. “Podem até encontrar carne com preço  mais em conta, mas com qualidade melhor do que a nossa é difícil”.

“Agora ficaremos instalados nas duas entradas da cidade”, comemora o proprietário, referindo-se que a primeira fica na saída para Nova Aliança e a segunda na saída para Sales. A plataforma da segunda unidade será quase quatro vezes maior do que a primeira. Terá 4 mil metros quadrados de construção numa área de 13 mil metros quadrados, onde antes chegou a funcionar um laticínio

A empresa realiza o processamento de 70 toneladas de carne por dia. E o produto é distribuído para as 10 lojas da rede Laranjão e algumas unidades dos supermercados Porecatu. Atualmente a empresa, que é gerenciada por Freitas, pela esposa Luriane e pelos filhos Macos Vinicius e João Pedro, emprega 43 funcionários e trabalha com em dois turnos, desde as 6 horas da manhã até a uma hora da madrugada.

Freitas disse que pretende ampliar os negócios da Fricarne, realizando também o processamento de carnes de aves. “O nosso forte é a carne bovina, que já se tornou conhecida no mercado pela qualidade”.


Empresário Marco de Freitas, dono do frigorífico Fricarne, em Mendonça



0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››