sexta-feira, 17 de fevereiro de 2017

Sinfonia do Samba, irreverência na nobreza do samba raiz



Formados por músicos de Cedral, o grupo “Sinfonia do Samba” resgata o samba de raiz tocando, desde 2015, em bares eventos da região. O projeto é liderado pelo som do cavaquinho e voz marcante do músico autodidata Airton Ferreira Julio, que soma mais de 30 anos dedicado à música popular brasileira.

Sambista de coração, Airton convidou Moacir, seu antigo parceiro de palco da época em que se apresentava com a banda de baile Grupo Mecânico Som, para comandar a “cozinha”, na cadência e molejo do samba, executada na bateria.

Moacir tem em sua companhia o surdista Anderson Perico e pandeirista Jair Duarte, duas revelações que fazem a batucada de bamba !

O grupo Sinfonia do Samba ainda conta com os acordes e arpejos do contrabaixo do músico Danilo Julio e a simpatia e charme da voz da cantora Débora Mayra.

Com o intuito de fazer todo mundo cair no samba, o repertório do grupo inclui as principais canções do velho e bom samba de raiz, reunindo interpretes como Arlindo Cruz, Originais do Samba, Beth Carvalho, Fundo de Quintal, Clara Nunes, Zeca Pagodinho, Benito de Paula, Adoniram Barbosa, Gonzaguinha, Martinho da Vila, entre outros.

O grupo se apresentou no último final de semana em Cedral, a convite da primeira-dama Sandra Jordão Beolchi, para animar o retorno das atividades do pessoal da terceira idade. E já tem contrato firmado para abrilhantar o carnaval no Uchoa Clube.


Sinfonia do Samba nasceu para reverenciar a nobreza da música brasileira, através das perolas do samba. Porque quem não gosta de samba, bom sujeito não é. Ou é ruim da cabeça ou doente do pé! 

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››