quinta-feira, 22 de dezembro de 2016

Festival de teatro reúne grupos de 10 cidades em Ubarana



Foram oito dias de muita alegria, emoções e arte em Ubarana. A quinta edição do tradicional Festival de Teatro de Ubarana, realizada no mês de novembro, deixará saudades.
Seis cidades visitaram Ubarana levando o melhor do teatro do Estado para bem perto das pessoas. O público compareceu durante todos os espetáculos  para, a cada noite, se maravilhar neste mundo de fantasias.

Votuporanga abriu o festival no dia 6 na Praça da Matriz com o espetáculo “Escambo”. Em seguida, a Cia. Livre de São José do Rio Preto levou muita emoção com “Cantarolar” e diversão e ensinamento com “Chapeuzinho vermelho contra o mosquito dengoso”.

O grupo da 3ª Idade de Ubarana também participou do festival pelo terceiro ano consecutivo com o espetáculo “Rica e Pobre” na terça-feira. Já na quarta o espetáculo “Adondedormem” de Rio Preto divertiu as crianças na praça da matriz, no período da tarde, e à noite o ator Marcelo Pachioni, da Cia. D’Dele, de Ibirá, apresentou o monólogo “Flor de Mandacarú”, na praça matriz, atraindo muita gente.

Na quinta a Banda Tribus de Birigui, apresentou o espetáculo musical “Músicas pararatimbum” no bairro Ubarana 2. Junqueirópolis apresentou “O Parturião” no Jardim Esperança na sexta, dia 11 e Valparaíso abrilhantou a noite de sábado com o espetáculo “Os dois Cumpadi” na Praça da Bíblia.
O encerramento no domingo foi realizado no CCR por motivo da chuva, mas mesmo com o friozinho várias pessoas foram prestigiar o espetáculo “Auto da Compadecida” da Cia. Vírus da Arte de Rio Preto.

“A cada ano estamos nos surpreendendo com a adesão do público ao teatro, todas as noites crianças, adultos e idosos acompanharam os 10 espetáculos do festival e podia se ver a alegria em ver algo tão novo e diferente”, comentou o diretor  de Cultura de Ubarana, jornalista Ricardo Gonçalves.

Também foram realizados duas atividades. Uma de vivencia em palhaçaria com adolescentes na casa da cultura e outra de cirandas na Vila dos Pescadores.

O Festival teve apoio do Governo do Estado de São Paulo, Secretaria da Cultura, Abaçai Cultura e Arte, Projeto Ademar Guerra, Mapa Cultural Paulista, Unimed Rio Preto, São Francisco Rede Tem e Prefeitura e Câmara Municipal de Ubarana.

0 comentários:

‹‹ Postagem mais recente Postagem mais antiga ››